RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemNovo álbum do Angra será o melhor da era Fabio Lione, segundo Felipe Andreoli

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemBeatles: O processo de gravação do "Let It Be", segundo o produtor George Martin

imagemKiss: Segundo Gene Simmons, Ace Frehley votou pela demissão de Peter Criss, em 1980


Stamp

Bloodwork: Grata revelação do death metal nacional

Resenha - Just Let Me Rot - Bloodwork

Por Junior Frascá
Postado em 23 de julho de 2015

Nota: 9

Vindo direto das profundezas do Rio Grande do Sul, o BLOODWORK é mais uma das grandes revelações do metal extremo nacional. Praticando um death metal brutal e ultra pesado, o quinteto sem dúvida se coloca no esquadrão de frente do estilo em nosso país, mesmo seno uma banda relativamente nova.

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Ouvindo o álbum, lendo a letra, e observando a arte gráfica do material, fica claro que a maior influência dos caras é o CANNIBAL CORPSE, em especial na primeira fase da banda, com o grande Chris Barnes nos vocais.

Assim, o que temos aqui é uma mescla entre a linha mais old school do estilo, mas com instrumental bem trabalhado e intenso, sem dar descanso ao ouvinte, e linhas vocais soturnas e ininteligíveis, além de letras com temática gore sexual bem repulsivas.

Assim, petardos sutis como "Defecating Broken Glass" (que letra bizarra!!!), "Asphyxiant Cum Load", "Rotten 69" e "Necro Sex Club" possuem todos os predicados para se tornarem clássicos da podreira nacional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E tudo isso, aliado a uma ótima produção, a cargo da banda e de Sebastian Carsin, fazem com que "Just Let Me Rot", embora curto (são apenas 8 faixas) e sem grandes inovações, seja um dos melhores lançamentos do estilo no Brasil em muito tempo!

Just Let Me Rot - Bloodwork
(Nacional - 2015)

Músicas:

Defecating Broken Glass
Cunt Suffocation
Asphyxiant Cum Load
Suck My Cut Finger
Human Slaughterhouse
Rotten 69
Necro Sex Club
Toothed Vagina

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Outras resenhas de Just Let Me Rot - Bloodwork

Resenha - Just Let Me Rot - Bloodwork

Resenha - Just Let Me Rot - Bloodwork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.