RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Bloodwork: Grata revelação do death metal nacional

Resenha - Just Let Me Rot - Bloodwork

Por Junior Frascá
Postado em 23 de julho de 2015

Nota: 9

Vindo direto das profundezas do Rio Grande do Sul, o BLOODWORK é mais uma das grandes revelações do metal extremo nacional. Praticando um death metal brutal e ultra pesado, o quinteto sem dúvida se coloca no esquadrão de frente do estilo em nosso país, mesmo seno uma banda relativamente nova.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Ouvindo o álbum, lendo a letra, e observando a arte gráfica do material, fica claro que a maior influência dos caras é o CANNIBAL CORPSE, em especial na primeira fase da banda, com o grande Chris Barnes nos vocais.

Assim, o que temos aqui é uma mescla entre a linha mais old school do estilo, mas com instrumental bem trabalhado e intenso, sem dar descanso ao ouvinte, e linhas vocais soturnas e ininteligíveis, além de letras com temática gore sexual bem repulsivas.

Assim, petardos sutis como "Defecating Broken Glass" (que letra bizarra!!!), "Asphyxiant Cum Load", "Rotten 69" e "Necro Sex Club" possuem todos os predicados para se tornarem clássicos da podreira nacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

E tudo isso, aliado a uma ótima produção, a cargo da banda e de Sebastian Carsin, fazem com que "Just Let Me Rot", embora curto (são apenas 8 faixas) e sem grandes inovações, seja um dos melhores lançamentos do estilo no Brasil em muito tempo!

Just Let Me Rot - Bloodwork
(Nacional - 2015)

Músicas:

Defecating Broken Glass
Cunt Suffocation
Asphyxiant Cum Load
Suck My Cut Finger
Human Slaughterhouse
Rotten 69
Necro Sex Club
Toothed Vagina

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Outras resenhas de Just Let Me Rot - Bloodwork

Bloodwork: Conhecimento de causa no Death Metal

Bloodwork: Death Metal violentíssimo vindo do sul do Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS