Abattoir: Clássico do Speed Metal relançado

Resenha - Vicious Attack - Abattoir

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Este debut do Abattoir foi muito bem aceito na época em que foi lançado pela Combat, inclusive aqui no Brasil. Agora, a Marquee Records traz este trabalho de volta, exatamente 30 anos após sua prensagem original e com o mesmo track list. Mas vale lembrar que o disco saiu na Europa, já que a gravadora possui uma filial na Irlanda.

Slipknot: "para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"Chester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris Cornell

O Speed Metal oferecido pelos norte-americanos vinha cheio de influências de Motörhead (tanto que tem um cover de Ace of Spades neste disco) e de Iron Maiden da fase Paul Dianno (principalmente se formos reparar nos vocais de Steve Gaines), mas com suas próprias características ali pelo meio.

Os dois clássicos absolutos do trabalho, Screams from the Grave (que fica na cabeça de cara) e Vicious Attack, são totalmente focados no Speed Metal oitentista, valorizando a velocidade e refrãos pegajosos, sendo que o outro destaque, Stronger Than Evil, traz mais influências do Heavy Metal europeu da época.

Gravado no Hitman Studios, em Hollywood (EUA), o trabalho traz aquela produção típica dos anos 80, com guitarras nem tão pesadas, a mixagem aguda, mas que traz um saudosismo inexplicável. Vale lembrar que o relançamento oficial será no próximo dia 22 e vale à pena conferir este grande trabalho.

https://www.facebook.com/pages/Abattoir/199678526745420?fref...
https://myspace.com/abattoirca



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Abattoir"


Slipknot: para cada Mustaine falando merda há um HetfieldSlipknot
"para cada Mustaine falando merda há um Hetfield"

Chester Bennington: a tocante carta que ele escreveu para Chris CornellChester Bennington
A tocante carta que ele escreveu para Chris Cornell

Regis Tadeu: a tsunami de lixo musical da atual música brasileiraRegis Tadeu
A tsunami de lixo musical da atual música brasileira

Metallica: Trujillo e seus primos, membros de ganguesOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Queen: Uma das maiores coleções sobre a banda está no BrasilDanko Jones: vendendo seus Metallica após ouvir "Lulu"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.