Dyingchrist: Honrando o Black Metal sulista

Resenha - Orgium Satanae - Dyingchrist

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E o Rio Grande do Sul nos brinda com mais uma banda de Black Metal, neste o dueto formado por Nörr (vocal, todos os instrumentos) e Nüklar (vocal). Neste primeiro EP, a banda traz uma sonoridade calcada no Metal negro mais cru com leves toques de Death Metal.
5000 acessosDeuses do Rock: o tempo passa para (quase) todos eles5000 acessosLinkin Park: Chester Bennington abre o jogo sobre seu vício

Com duas músicas muito objetivas (ambas não passam de três minutos), o Dyingchrist mostra algo agressivo e gélido, com influências dos grupos nórdicos do início da década de 90 e Behemoth dos primeiros álbuns. As músicas não possuem muita técnica, mas sim boa estrutura.

As guitarras ríspidas e a alternância entre vocais guturais e rasgados são as características principais da sonoridade da dupla. Ambos as faixas são velozes e emanam agressividade sem pestanejar. Enquanto Orgy of Satan é mais brutal, Fucked By Crucifix mostra um lado mais sombrio, pelo menos em seu clima.

Estranhamente a produção foi mais gentil com a bateria, dando um timbre interessante ao instrumento e soa variada. Já os outros instrumentos ficaram um pouco sujos demais para o estilo, mas isso não é nada que não possa ser acertado em um futuro lançamento. Aos fãs reais do estilo!

https://www.facebook.com/Dyingchrist

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dyinchrist"

Deuses do MetalDeuses do Metal
O tempo passa para (quase) todos eles

Linkin ParkLinkin Park
Chester Bennington abre o jogo sobre o seu vício

King DiamondKing Diamond
Ele é satanista, e não meramente marqueteiro

5000 acessosEllen Jabour: Slayer, Metallica, Guns e Judas no seu Top105000 acessosTop 5 Pantera: About.com elege os cinco melhores álbuns da banda5000 acessosJohnny Depp: a banda que poderia ter desbancado o Guns5000 acessosPaul Stanley: "Psycho Circus foi como um câncer"5000 acessosAquiles Priester: a tatuagem do baterista em homenagem ao Iron Maiden5000 acessosGuitar World: revista elege os 50 guitarristas mais rápidos

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online