Bandanos: O retorno dos reis do Crossover Nacional

Resenha - Nobody Brings My Coffin Until I Die - Bandanos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Bandanos está na ativa há 12 anos e já é um dos principais nomes do Crossover nacional. Apesar de ser apenas o segundo trabalho completo da banda, "Nobody Brings My Coffin Until I Die" foi lançado após uma demo, uma compilação, um single, quatro splits, além do debut.

Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicosDoentio: Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucos

Em seu novo trabalho, o grupo paulistano dá um passo à frente e mostra mais variação e por conseqüência versatilidade. A banda ainda aposta em velocidade, mas em meio ao seu som 'nervoso' inclui umas quebradas e ainda assim soa agressiva, mostrando um diferencial dentro do estilo.

Com certeza a veia Punk/Hardcore se faz presente, assim como a pegada Thrash Metal. O trabalho também soa seco e objetivo, tanto que você chega ao auge da empolgação e tem que apertar play de novo, já que o trabalho passou voando, porém, jamais despercebido.

As letras cantadas em português vomitam temas rebeldes, políticos e sociais. A boa sacada da banda em colocar as letras em português e inglês no encarte mostra a preocupação também com as mensagens. Aliás, as ilustrações do encarte são sinistras e muito legais.

Produzido por Ciero e pela banda no tradicional Datribo Studios, "Nobody Brings My Coffin Until I Die" é mais um clássico do Crossover nacional. Destaque para faixas como Fato ou Mentira, Falsas Ambições, Meus Inimigos, Bay Area Seduction e Velhos Heróis.

https://www.facebook.com/bandanoscrossover
http://bandanos.bandcamp.com/


Outras resenhas de Nobody Brings My Coffin Until I Die - Bandanos

null




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bandanos"


Paixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicosPaixão nacional
O futebol e os roqueiros britânicos

Doentio: Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucosDoentio
Black Metal composto apenas com gritos de pacientes loucos

Kiss: a mais longa e reveladora entrevista de Eric SingerKiss
A mais longa e reveladora entrevista de Eric Singer

Góticas: 10 grandes bandas do gênero na Inglaterra dos anos 80Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneMetallica: Lars Ulrich luta contra zumbidos no ouvidoRoger Moreira: chamando Pitty de "imbecil" via rede social

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336