Anno Zero: Versatilidade e ousadia

Resenha - Next Level - Anno Zero

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


“The Next Level” é o segundo trabalho dos piauienses do Anno Zero. A banda, que está na ativa desde 2001, se identifica como Dark Metal, mas sua sonoridade, além dos elementos deste estilo, abrange muito mais e possui um leque bem aberto.
5000 acessosSepultura: Fã esperava ouvir o álbum Arise mas teve uma desagradável surpresa5000 acessos1986: O ano definitivo da música pesada

Em primeira instância o som da banda não é tão sombrio como o Dark Metal propõe. Mas possui leves pegadas do gênero que se mesclam ao Gothic Metal mais enraizado, pós-Punk, Alternativo e até Groove Metal. Sim, os caras incluem uma pegada com ‘groove’ que cai muito bem como na faixa Back Down (que abre o disco após a introdução).

A versatilidade da banda já se mostra evidente na sequência com Deceptions e sua veia Gothic Rock de ótimo bom gosto. Durante a audição de “The Next Level” essa alternância entre faixas mais agressivas e algo mais ‘sútil’ e faixas como The Next Level, a balada alternativa Another Pleasant Evening e a pesada Pictures se destacam.

É importantíssimo ressaltar que a banda inclui uma boa dose de riffs pesados em suas composições, que ainda trazem uma melodia diferenciada. A cozinha possui pegada, e os arranjos eletrônicos se encaixaram bem e foram dosados na medida certa. Os vocais de Fyb Carv (também guitarrista) vão do berro ao limpo como se fossem uma proeza.

A produção a cargo de André Mello ao lado da banda é boa e orgânica, mas um pouquinho mais lapidada (esse exagero é do ‘resenhista’) soaria perfeita com a proposta da banda. E olha que o disco foi masterizado no Fascination Street Stuidios (Paradise Lost, Opeth, Soilwork, Amon Amarth, Katatonia), na Suécia. Mas é só um adendo e “The Next Level” é um trabalho muito legal, mas que segue aquela cartilha de que deve-se ouvir mais de uma vez.

http://www.annozero.com.br/
https://www.facebook.com/annozeroband

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Next Level - Anno Zero

411 acessosAnno Zero: Indo contra marés de mercado577 acessosAnno Zero: Banda piauiense apresenta sonoridade variada e intensa

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anno Zero"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Anno Zero"

SepulturaSepultura
Fã esperava ouvir o álbum Arise mas teve desagradável surpresa

19861986
O ano definitivo da música pesada

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1991

5000 acessosInspiração: 30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado5000 acessosO lado escuro do rock: você acredita em magia negra?5000 acessosMetallica: Ultimate Classic Rock elege as 10 piores músicas4163 acessosRandy Blythe: puto com fã no memorial de Oderus Urungus5000 acessosPaul Di'Anno: nota 7,5 para Bruce e nota zero para Axl Rose5000 acessosIron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online