Bloody Violence: Death Metal agressivo e cheio de técnica

Resenha - Obliterate - Bloody Violence

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E eis aqui mais uma grande revelação do metal gaúcho! Do death metal gaúcho, para ser mais preciso. Com uma proposta agressiva, técnica e brutal, o quarteto lança seu primeiro EP, denominado “Obliterate”, mostrando que tem tudo para se tornar uma das grandes bandas nacionais do estilo.
5000 acessosBruce: "Olhei para Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"5000 acessosEmos: 23 músicas que já estiveram na sua playlist

Com um instrumental técnico, cheio de arranjos intrincados, e muito brutal, mas sem deixar o bom gosto de lado, e linhas vocais intensas, com momentos mais guturais, e outros com os chamados “pig squeals”, a banda traz características que remetem a bandas como HATE ETERNAL, NILE, GUTTURAL SECRETE, além da brasileira DESECRATED SPHERE.

O material traz apenas três músicas (muito bem produzidas), mas que mostram uma qualidade bem acima da média, em especial a intrincada “Born to Squirm”, que chega a dar um nó no cérebro do ouvinte de tão variada e intensa, e trazendo ainda alguns elementos de grind. Contudo, em alguns momentos há alguns elementos que merecem ser repensados, como na faixa “Piece of Shit”, que apesar de ser bem legal, tem alguns momentos em que as guitarras ficam solando com um som que remete às trilhas sonoras de games antigos do Atari, enquanto os vocais e a levada da cozinha são insanamente brutais, e acaba não combinando tanto.

Mas sem dúvida trata-se de um banda que irá dar muito o que falar em um futuro bem próximo. Altamente indicado para todos os fãs da música extrema!

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Obliterate – Bloody Violence
(2014 – Eternal Hatred - EP)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Obliterate - Bloody Violence

427 acessosBloody Violence: Death Metal gaúcho técnico e brutal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Bloody Violence"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bloody Violence"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
"Olhei para o Paul Di'Anno e pensei que deveria estar lá!"

EmosEmos
23 músicas que já estiveram na sua playlist

Heavy MetalHeavy Metal
"Cristãos podem aprender muito com o gênero"

5000 acessosCover: 15 bandas que são quase tão boas quanto o original5000 acessosBig Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferida5000 acessosCâncer na língua: Os músicos que sofreram deste mal5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal5000 acessosMetallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire5000 acessosAngra: Kiko Loureiro relembrando o tempo de Dominó

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online