Bloody Violence: Death Metal gaúcho técnico e brutal

Resenha - Obliterate - Bloody Violence

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E o Death Metal gaúcho dá as caras mais uma vez e, melhor ainda, da melhor forma possível, provando que o Rio Grande do Sul é um dos grandes celeiros do estilo no Brasil. Neste caso temos uma banda formada por músicos com conhecimento de causa devido à qualidade e técnica das composições.

Raul Seixas: qual a origem da música "Gita"?Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gênero

O Bloody Violence é uma banda nova, formada em 2013, e este "Obliterate" é seu primeiro registro. Apesar de vir no formato de um EP, tem a produção sonora e gráfica de álbum oficial de alto nível, com direito a embalagem 'jewel case'.

Mas, indo para a sonoridade, o que é o que realmente importa, temos um Technical Death Metal de extremo bom gosto, objetivo apesar da alcunha, e muito bem estruturado. O melhor de tudo é que o conjunto da obra é o principal destaque e resulta em algo muito legal.

Apesar disso, há o destaque individual para as guitarras de Igor Dornelles (The Jokke) que destila solos como base se alternando com riffs bem elaborados e demonstrando certo grau de complexidade. Não há dúvidas que é algo, de certa forma, inovador e que surpreende o ouvinte logo de cara.

Mas, ele não funcionaria se tocasse sozinho, portanto tem o aval de uma cozinha excelente, coesa, com um baixo poderoso e uma bateria certeira a cargo da dupla Eduardo Polidori (bateria, Ankh) e Israel Savaris (baixo, The Jokke). Além de tudo os vocais guturais de Cantídio Fontes são 'belíssimos'.

São apenas três faixas que deixam um extremo gosto de quero mais após a audição do trabalho. Destaque para a faixa título, apesar de todas serem de qualidade indubitável. A assustadora arte da capa (a cargo de Rafael Tavares) também merece menção. Podem gravar um debut imediatamente.

https://www.facebook.com/BloodyViolenceOfficial
http://bloodyviolence.bandcamp.com/


Outras resenhas de Obliterate - Bloody Violence

null



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bloody Violence"


Raul Seixas: qual a origem da música Gita?Raul Seixas
Qual a origem da música "Gita"?

Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gêneroHeavy Metal
Nove ótimas músicas suaves do gênero

Fotos de Infância: PanteraFotos de Infância
Pantera

Metallica: Hammett e Ulrich escolhem álbuns e músicas dos anos 2000Rock Nation: rádio elege "melhor do Hard Rock dos 80s"Steve "Zetro" Souza: 5 álbuns favoritos de thrash metalMetallica: Justin Bieber diz ser um grande fã da banda

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.