Matérias Mais Lidas

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

New York Dolls: morre o guitarrista Sylvain Sylvain, aos 69 anosNew York Dolls
Morre o guitarrista Sylvain Sylvain, aos 69 anos

Kurt Cobain: ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistasKurt Cobain
Ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistas

Jon Schaffer: Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarristaJon Schaffer
Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarrista

Yngwie Malmsteen: aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigosYngwie Malmsteen
Aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigos

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Sebastian Bach: ele volta a criticar Chris Jericho e diz que wrestling é uma m*rdaSebastian Bach
Ele volta a criticar Chris Jericho e diz que wrestling é uma m*rda

Accept: Fomos a primeira banda de metal da Alemanha, afirma Wolf HoffmannAccept
"Fomos a primeira banda de metal da Alemanha", afirma Wolf Hoffmann

Accept: confira vídeo oficial de Zombie Apocalypse, mais uma música do novo álbumAccept
Confira vídeo oficial de "Zombie Apocalypse", mais uma música do novo álbum

Marilyn Manson: perdi tudo por causa de ColumbineMarilyn Manson
"perdi tudo por causa de Columbine"

Foo Fighters: comentário repudiando a banda viraliza e gera piadasFoo Fighters
Comentário repudiando a banda viraliza e gera piadas

Metal: nomes do gênero que assumiram ser cristãosMetal
Nomes do gênero que assumiram ser cristãos


Matérias Recomendadas

Michael Kiske: O Iron Maiden vende a morte às pessoas!Michael Kiske
"O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"

Bruce Dickinson: Ele lamenta não ter dado um soco em Axl RoseBruce Dickinson
Ele lamenta não ter dado um soco em Axl Rose

Chinese Democracy: de 1994 a 2008, a saga do álbum mais caro da históriaChinese Democracy
De 1994 a 2008, a saga do álbum mais caro da história

Sign of the horns: o sinal do DemônioSign of the horns
O sinal do Demônio

Iron Maiden: Video mostra erros da banda ao vivoIron Maiden
Video mostra "erros" da banda ao vivo

Stamp
Tunecore

Capital Inicial: Ainda não é hora de gritar "Viva a Revolução"

Resenha - Viva a Revolução - Capital Inicial

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti
Enviar Correções  

4


Como eu disse em minha resenha sobre "Fuck", da banda californiana Buckcherry, a indústria musical tem se focado cada vez mais no formato EP (extended play), o que resultou em uma teoria artística de que as bandas não precisam mais colocar "enchimentos de linguiça" em seus trabalhos, visto que os EP's podem trazer apenas as 4 a 7 músicas que "realmente importam". Mas, o que falar de um EP em que suas poucas músicas soam como "enchimentos"?

Esse é o caso de "Viva a Revolução", a estreia do Capital Inicial no mercado de EP's. Temos aqui uma espécie de continuação do caminho torto e pseudo-jovial que a banda vem exibindo desde o vergonhoso "Rosas e Vinho Tinto" (2002). Após o levemente interessante álbum "Saturno" (2012), em que a banda chegou perto de reencontrar a sua velha atitude musical e criatividade nas letras, Dinho Ouro Preto e sua trupe conseguiram a façanha de pisar na jaca mais uma vez...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O "conceito" do EP se divide em canções políticas e baladas românticas, mas sempre com um verniz sonoro mais suave, como quem quer dizer "cara, ainda sou um cara engajado, cara, mas... cara, por outro lado, eu estou em uma onda mais light também, cara". Nessa brincadeira, somos apresentados a um single insípido de folk rock intitulado "Melhor Do Que Ontem" e a um rock absolutamente sem energia - e ironicamente profético quanto à sua qualidade musical final - chamado "Tarde Demais".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na faixa-título "Viva a Revolução", a banda tenta se aproximar do mix de pop/rock com música eletrônica (com direito trechos dispensáveis de hip hop do Cone Crew), como se quisesse atrair fãs de um Imagine Dragons da vida... Sua letra politizada acaba ficando no meio do vazio, quando percebemos que a música não traz mais do que a imagem de jovens indo à luta nas ruas com a energia de quem acabou de beber uma dose de vodka com rivotril.

Em "Não Tenho Nome" e "Bom Dia Mundo Cruel", a mistura de rock com eletrônica traz um som mais energético e promissor, seja em termos de arranjos e produção como também em suas letras, que conseguem ser engajadas dentro de uma esfera mais realista e adulta. Porém, qualquer expectativa gerada aqui acaba indo por água abaixo quando somos apresentados à balada final "Coração Vazio", canção acústica sem sal que nos traz um sentimento não muito distante do seu próprio título...

Claro que toda banda com um mínimo de ousadia merece algum ponto por tentar algo diferente. E o fato é que temos aqui um Capital Inicial que ao menos tentou algo diferente em metade de suas novas músicas, com bons resultados em apenas duas delas. Por outro lado, esse EP é apenas uma prova de que a banda precisa de mais um tempinho em estúdio antes de gritar "Viva a Revolução!" com base na qualidade do seu próprio trabalho. Quem sabe na próxima, não é?

Músicas:
1. Melhor Do Que Ontem
2. Tarde Demais
3. Viva A Revolução [Part. Cone Crew]
4. Não Tenho Nome
5. Bom Dia Mundo Cruel
6. Coração Vazio
7. Viva A Revolução [versão 2 - faixa bônus]


Baladas de Sangue
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ego Kill Talent: de Dolmayan a Dinho Ouro Preto, quais os rockstars mais gente boaEgo Kill Talent
De Dolmayan a Dinho Ouro Preto, quais os rockstars mais gente boa

Dinho Ouro Preto: ele se arrepende de ter criticado bandas emo no passadoDinho Ouro Preto
Ele se arrepende de ter criticado bandas emo no passado

Dinho Ouro Preto: a importância de Eddie Van Halen na vida do brasileiro (vídeo)Dinho Ouro Preto
A importância de Eddie Van Halen na vida do brasileiro (vídeo)

Panelaço com João Gordo: Dinho Ouro Preto conta histórias muito loucas dos anos 80 e 90Panelaço com João Gordo
Dinho Ouro Preto conta histórias muito loucas dos anos 80 e 90


Capital Inicial: o roqueiro pode ser um escroto e o pagodeiro um grande sujeitoCapital Inicial
O roqueiro pode ser um escroto e o pagodeiro um grande sujeito

Ultraje a Rigor com Dinho: mandando bem em clássica de HendrixUltraje a Rigor com Dinho
Mandando bem em clássica de Hendrix


Frases de bandas: o que eles realmente querem dizer?Frases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

Slipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreiraSlipknot
Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.