RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemA opinião de Slash sobre Dave Mustaine e "Rust In Peace", clássico do Megadeth

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemOs 4 fatores determinantes que levaram Renato Russo a dependência química

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemMike Portnoy comprou "Piece Of Mind", do Maiden, em excursão escolar

imagemRolê aleatório: Geoff Tate e Rhapsody se divertem em aeroporto no aeroporto

imagemA medida extrema que Dio pensou em tomar por não curtir "Rainbow in the Dark"

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical


Buckcherry: Um verdadeiro tapa na cara de todo mundo

Resenha - Fuck - Buckcherry

Por Fábio Cavalcanti
Postado em 27 de agosto de 2014

Nota: 10

Quem tem acompanhado o cenário musical, com atenção especial aos lançamentos, deve ter notado um fenômeno que este humilde resenhista gosta de chamar de "Efeito EP". Explicando em miúdos: a dificuldade cada vez maior na comercialização de álbuns estúdio tem levado as bandas a lançarem EPs com uma média de 4 a 7 músicas cada. Entre erros e mais erros de bandas que ainda não sabem como tirar o melhor proveito desse formato, temos aqui o EP "Fuck", um verdadeiro tapa do Buckcherry na cara de... enfim, todo mundo!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Para quem não conhece, o Buckcherry é uma banda de hard rock "moderno" fundada no final dos anos 90, tendo em seu currículo seis álbuns de estúdio que não trazem mais do que excelentes rocks crus e raras baladas. Após emplacar os hits "Crazy Bitch" e "Sorry", a banda caiu em uma injusta vala do esquecimento, e agora resolveu tentar a sorte no novo mercado de EPs. O interessante aqui é o "conceito" que ronda o disquinho: a foda!

publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |

Sim, são seis faixas que tratam - direta ou indiretamente - sobre fodas ou qualquer assunto que resulte naquela incontrolável vontade de gritar "PORRA" (em inglês, "fuck" também, óbvio). Logo de cara, o vocalista Josh Todd e seus comparsas gritam "alguém fodeu comigo", no sensacional hard rock suingado "Somebody Fucked With Me". Temos aqui um potencial hit "irmão" da já citada "Crazy Bitch".

Em seguida, a banda entrega "Say Fuck It", um bem sacado cover obsceno da canção "I Love It", do Icona Pop. Com o seu refrão grudento "Não me importo, diga 'foda-se'" em cima de um riff safado de guitarra, a banda tem tudo para causar um efeito viral onde quer que seja, caso saiba divulgá-la da forma correta.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Continuando com a sutileza de um elefante em um bacanal, o Buckcherry dispara o canhão sonoro intitulado "The Motherfucker", para então diminuir a velocidade com a "rebolante" e afrodisíaca cadência de rock 'n' roll clássico aplicada em "I Don't Give A Fuck". Em seguida, o peso volta com tudo em "It's A Fucking Disaster", provavelmente a faixa mais "moderna" do álbum.

E para quem gosta de finalizar uma boa foda da forma mais frenética possível, o Buckcherry fecha seu "conceito" com o quase hardcore "Fist Fuck", desde já uma das maiores surpresas do catálogo da banda. Não me atrevo a traduzir essa última faixa nesse site de família, então deixarei que vocês a "utilizem" da forma mais conveniente em suas próprias perversões sexuais...

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Após o irregular e careta álbum "Confessions" (2013), e em meio a um 2014 repleto de EP's alheios medíocres, vamos apenas esperar que o Deus do rock e grande mídia não fodam com nossas expectativas em cima deste maravilhoso manifesto musical do Buckcherry. Do contrário... bem, que se fodam!

Músicas:
01. Somebody Fucked With Me
02. Say Fuck It
03. The Motherfucker
04. I Don't Give A Fuck
05. It's A Fucking Disaster
06. Fist Fuck

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer

Velvet Revolver: Os vocalistas já cogitados para a banda


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.
Mais matérias de Fábio Cavalcanti.