RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemApós dez anos, Jason Newsted procura guitarristas para montar um projeto de metal

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemAs queixas que colegas do Paralamas mais fazem sobre Herbert Vianna, segundo o próprio

imagemSlash acha que os rockstars dos 60s e 70s eram mais inteligentes e educados que os dos 80s

imagemO hit da Legião Urbana antiviolência cantado sob perspectiva de jovem da periferia

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagem"A vida é curta", afirma Floor Jansen, vocalista do Nightwish

imagemJohn Lennon queria regravar todas as músicas dos Beatles, segundo produtor George Martin

imagemA bizarra lembrança que Kerry King tem do último show do Slayer

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA reação de Jairo Guedz quando houve o racha do Sepultura no auge do sucesso

imagemA vingança de Joana Prado (ex-Feiticeira) contra filhos briguentos que envolve RPM


Def Leppard Motley Crue 2

Anathema: O mundo seria o mesmo se Cavanagh fosse carpinteiro?

Resenha - Distant Satellites - Anathema

Por Maria Morgen
Postado em 10 de junho de 2014

Distant Satellites é o décimo álbum do ANATHEMA (que tecnicamente sairia no dia 9, mas estava em mãos clandestinas desde o dia 03 de junho de 2014). O álbum foi gravado nos estúdios Cederberg, na Noruega e mixado pelo renomado mestre Christer-André Cederberg (e algumas músicas mixadas por STEVEN WILSON, do PORCUPINE TREE).

Dessa vez o ANATHEMA se superou... Digo isso porque, de todos os álbuns, esse foi o único que eu tive de ouvir mais de uma vez pra compreender e, principalmente, gostar. Da primeira vez que ouvi, não houve animação alguma, coisa que é bem difícil de acontecer comigo quando se trata de ANATHEMA. Com o tempo, compreendi que isso se dá pelo fato de o álbum ser mais "limpo", digamos assim. Não há aquela confusão de instrumentos, apesar de as melodias continuarem culminando num final grandioso. Me acostumei a comparar esse álbum com uma criança: não faz rodeios pra dizer a que veio, é claro e direto... Só necessita de atenção.
Uma coisa que me chamou atenção foi que, apesar de terem simplificado a parte instrumental como um todo, a parte vocal ficou bem mais complexa e, por conseguinte, mais bonita. O uso mais frequente de pianos também foi muito agradável, é só ouvir a melodia inicial de "Ariel" para notar.
Gostei muito do destaque maior (e mais que merecido!) dado à Lee, que tem uma voz belíssima que era mal aproveitada. Sempre achei que a Lee tinha condições de sustentar mais que uma música inteira num álbum, e mais uma vez ela me provou certíssima.

Dou destaque pra minha música favorita, The Lost Song Part 2, que tem uma letra de partir o coração e que me comoveu muito e para Ariel, por motivos que um dia ainda irei descobrir.

Quanto à banda, o Anathema sempre tem o dom de me um choque de sentimentos bons, a serenidade e a paz, a felicidade, o amor, tudo isso é muito presente nas melodias e nas letras. E como sempre, cada álbum serve como uma maneira de renovar estes sentimentos dentro de si.

Agora fica a pergunta: será que o mundo seria o mesmo se Lee Douglas fosse secretária, Danny Cavanagh pintor e Vincent Cavanagh carpinteiro? ;)


Outras resenhas de Distant Satellites - Anathema

Resenha - Distant Satellites - Anathema

Resenha - Distant Satellites - Anathema

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Anathema até Motörhead: 10 bandas que usaram seus nomes como títulos de músicas

Opeth: "Fã de Metal só quer saber de ter seu McLanche Feliz"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal