Alcest: "Shelter" é um divisor de águas na carreira da banda

Resenha - Shelter - Alcest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Braga
Enviar Correções  


Shelter é o quarto disco de estúdio do ALCEST, e pode ser considerado o ''divisor de águas'' de sua carreira. Depois do aclamado ''Les Voyages de l'âme'' que é considerado por muitos sua obra-prima, a dupla NEIGE e WINTERHALTER decidiu largar suas raízes metálicas de lado para se aventurar em um gênero que pode trazer novas possibilidades para a banda, o shoegaze.

Death Metal: menina de 6 anos detona no America's Got TalentU2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Simplesmente batizado de ''Shelter'' ou em português ''Abrigo'', o disco traz músicas inspiradas e dedicadas ao mar, que segundo NEIGE é o seu principal abrigo, já que ele passava horas e horas observando sua beleza e seu poder de limpar a alma.

Embora não tenha nenhuma influência vinda do metal, as músicas continuam cativantes e com a beleza típica do ALCEST, e mesmo que alguns acreditem que a banda perdeu sua originalidade, o disco veio para provar que as novas direções podem render ótimas inspirações, pela primeira vez foi usado um conjunto de cordas (o mesmo da banda SIGUR RÓS) e participações de Monike da banda sueca PROMISE AND THE MONSTER e NEIL HALSTEAD vocalista/guitarrista e fundador do ícone do shoegaze SLOWDIVE.

Durante as oito faixas ouvimos um som mais orgânico, sem riffs pesados, blast beats e guturais que eram a marca da banda, a bela e serena ''Wings'' abre o disco e logo é embalada por ''Opale'' que traz um clima mais feliz e um refrão pegajoso.''La Nuit Marche Avec Moi'' é a faixa mais indie, com toques mais suaves no vocal e guitarra, ''Voix Sereines'' mistura momentos serenos com um final mais ''pesado'', se é que posso dizer isso, acontece que as guitarras aqui lembram algo do disco ''Les voyages de l'âme''. "L' éveil de Muses'' é uma música hipnotizante e mais dark, com paredes de guitarras que criam uma atmosfera de outro mundo, a faixa título ''Shelter'' tem uma linha de teclado bem marcante em seu refrão e algumas distorções bem influenciadas por COCTEAU TWINS,

''Away'' conta com a participação de NEIL HALSTEAD, e foi novidade por ser tratar de uma música acústica, mas mesmo assim de uma sonoridade rica, com cordas e guitarras no melhor estilo shoegaze.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

''Délivrance'' foi uma ótima escolha para fechar o disco, ela tem mesmo um clima épico de final, talvez um pouco triste, um fato interessante é que ela não possui letra, durante os 8 minutos de música NEIGE usa o chamado Idioglossia (palavras escolhidas totalmente em aleatório sem alguma coesão ou contexto lógico), e mesmo assim o resultado final foi incrível e fecha o disco majestosamente.

01. Wings
02. Opale
03. La nuit marche avec moi
04. Voix sereines
05. L'éveil des Muses
06. Shelter
07. Away
08. Délivrance


Outras resenhas de Shelter - Alcest

Resenha - Shelter - Alcest



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Metal: cinco bandas contraindicadas para quem é trueBlack Metal
Cinco bandas contraindicadas para quem é "true"


Death Metal: menina de 6 anos detona no America's Got TalentDeath Metal
Menina de 6 anos detona no America's Got Talent

U2: as 10 melhores músicas de todos os tempos da bandaU2
As 10 melhores músicas de todos os tempos da banda


Sobre Fábio Braga

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280