DNR: Som violento que pode quebrar o seu pescoço

Resenha - DNR - DNR

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Explicando, este álbum (o de estreia da banda) é auto-intitulado já que a sigla são as iniciais do título do trabalho (acho que compliquei, mas é isso). A banda faz um som violento e que pode quebrar o seu pescoço a qualquer momento. As influências vão desde o Thrash dos anos 90 até o Hardcore nova-iorquino, culminando em um som bem atual.
5000 acessosJohnny Ramone: "Não era bom abrir o show do Black Sabbath"5000 acessosEddie Van Halen: "Eruption foi um acidente"

Guitarras com distorção baixa dão a base necessária, enquanto o baixo e a bateria se responsabilizam pelo ‘groove’ necessário. Basicamente se trata de um instrumental ‘sujo’ e que possui um peso descomunal. Tudo tendo a frente vocais insanos que berram problemas sociais e políticos sem censura nenhuma, já que cantam em português.

Quebradas se unem a viradas dando a variação necessária às composições. Destaque para Controle Inativo e toda agressividade imposta, sem deixar um caco se quer, transformando tudo em pó. Atrofiando Mentes tem uma mudança de ritmo bacana e uma energia incomum!

Lei do Cão já é um hit da banda e mostra a identidade dos caras, já que resume bem a sonoridade do D.N.R. Finalizando o álbum, a ‘ignorante’ Parasitas pode passar em cima do ouvinte e esmagá-lo, tão impactante que é. Bom notar, que mesmo com variações, a banda consegue fazer um som direto, curto e grosso

A produção disco também ajudou a lapidar a sonoridade, enfim, o conjunto da obra final é muito satisfatório e pode agradar a gregos e troianos. Mais uma banda que pode dar o que falar, se já não tem dado. Ouça o álbum na íntegra no vídeo.

https://www.facebook.com/dnrbrasil
http://www.reverbnation.com/dnrbrasil

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de DNR - DNR

729 acessosDNR: Thrash metal moderno, furioso e brutal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "DNR"

Johnny RamoneJohnny Ramone
"Não era bom abrir o show do Black Sabbath"

Van HalenVan Halen
Eddie explica os segredos do seu modo de tocar

GhostGhost
O lado escuro do rock: você acredita em magia negra?

5000 acessosLemmy: "Radiohead e Coldplay são bandas sub-emo"5000 acessosIron Maiden: conheça parte da equipe e dos parentes5000 acessosPower Metal: os dez álbuns essenciais do gênero5000 acessosAndre Matos: vídeo de 2000 explicando saída do Angra4755 acessosIndústria: Como as gravadoras fazem dinheiro hoje em dia3901 acessosHeavy Metal: as dez melhores bandas sul-americanas do gênero

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online