Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemNergal diz que Behemoth é mais que anti-religião e emociona-se com LGBTQ e aborto

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemMustaine diz que novo álbum tem uma das músicas mais rápidas que o Megadeth escreveu


Stamp

Steel Panther: A piada ainda é boa. Mas por quanto tempo?

Resenha - All You Can Eat - Steel Panther

Por Thiago El Cid Cardim
Em 01/05/14

All You Can Eat, o terceiro disco de inéditas dos norte-americanos do Steel Panther, não tem apenas aquela que é, de longe, uma das melhores capas de discos do ano. Tem também uma coleção de canções pesadas, divertidas, grudentas e politicamente incorretas num grau que deixaria a patrulha das redes sociais de cabelos em pé (uma das músicas, batizada de BVS, é a sigla pouco sutil para "big vagina syndrome"). Sacanagem aqui é a palavra de ordem.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Mas não se deixe enganar pelas piadas dentro e fora do palco, como que numa tentativa de revitalizar o estilo de vida de excessos das bandas de hair metal dos anos 80. Ainda que as letras tenham esta pegada de sátira/comédia, o som é realmente competente, cortesia de um time de veteranos na cena roqueira de Los Angeles, que já tocaram em bandas como LA Guns e o Fight (grupo solo do metal god Rob Halford).

Embora o disco abra com a pesada Pussywhipped, quase um metalzão tradicional sobre um sujeito que é levado na rédea curta pela namorada e acaba saindo do roteiro da curtição com os amigos, a farofa plena e absoluta é que toma conta na maior parte do tempo, sempre em tom de farra como no caso de Gloryhole (com uma letra surreal a respeito de um sujeito que vai a um clube no qual pode colocar o membro num buraco - e que não se importa com quem está lhe prestando uma dose de sexo oral do outro lado da parede) ou Party Like Tomorrow is the End of the World, cujo título auto-explicativo é um convite a transar com quem vier pela frente em pleno apocalipse na terra. Isso sem falar na power ballad cantada com o coração arrasado de nome Bukkake Tears - os pornógrafos de plantão não precisam de explicação a respeito do que é bukkake. Se você não sabe, precisa apenas entender que se trata de uma canção sobre um casal que acaba convidando mais uns dez caras a se juntarem a eles na cama - e cujo refrão diz assim: "There was so much love on your face I couldn't see the tears". Deu pra sacar, né?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Todavia, é preciso dizer: All You Can Eat é o terceiro disco de um projeto descompromissado - ou melhor, 100% comprometido com a zoação. Mas que não acerta em 100% dos casos. Em algumas canções, como Ten Strikes You're Out ou She's on the Rag, percebemos um pouco de cansaço na fórmula do Steel Panther, que chega a soar um tanto repetitivo e/ou genérico em sua proposta. Por outro lado, é impossível resistir aos encantos alucinógenos de "If I Was the King", cântico sobre como seria o mundo se o vocalista Michael Starr fosse o rei - um de seus mandamentos seria executar o One Direction, enquanto mulheres com roupas seriam consideradas foras-da-lei, já que seria a lei perfeita para saber se a garota está depilada ou então se é um "garoto" escondendo os documentos.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tudo bem, chega a ser engraçado ouvir Vivian Campbell, atualmente guitarrista do Def Leppard, solando em uma canção batizada de Gangbang at the Old Folks Home, a respeito de uma orgia entre idosos acima de 75 anos. Mas o grande momento é mesmo a ode ao egocentrismo intitulada The Burden of Being Wonderful. Além do videoclipe impagável, a canção tem um refrão irresistível e uma melodia que é do tipo impossível de ficar parado. Isso sem falar na letra, que finaliza de maneira genial: "I'm just a Maserati in a world of Kias / Genius would describe any of my ideas / If I was born i 1453 Leonardo Da Vinci would be jealous of me / But a world of Stevie Wonders would never see".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A grande questão para os próximos anos, no entanto, é a seguinte: vamos ver se o Steel Panther resiste a um quarto disco de estúdio. Se a piada ainda vai ter graça para nós e para eles. Afinal, uma mesma piada, se repetida muitas vezes, passa a arrancar sorrisos tímidos e não gargalhadas. E o Steel Panther é banda para se bater cabeça e também para se sorrir - em partes iguais.

Line-up
Michael Starr – Vocal
Satchel – Guitarra
Lexxi Foxx – Baixo
Stix Zadinia – Bateria

Tracklist
1. Pussywhipped
2. Party Like Tomorrow is the End of the World
3. Gloryhole
4. Bukkake Tears
5. Gangbang at the Old Folks Home
6. Ten Strikes You're Out
7. The Burden of Being Wonderful
8. Fucking My Heart in the Ass
9. B.V.S.
10. You're Beautiful When You Don't Talk
11. If I Was the King
12. She's on the Rag

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal


Outras resenhas de All You Can Eat - Steel Panther

Resenha - All You Can Eat - Steel Panther

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Wikimetal: Seis motivos para gargalhar ouvindo Heavy Metal


Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim.