Matérias Mais Lidas

Megadeth: Nightstalkers será a música mais rápida do novo álbum, ouça um trechoMegadeth
"Nightstalkers" será a música mais rápida do novo álbum, ouça um trecho

Destruction: Mike, guitarrista e fundador do grupo, está desconectado segundo SchmierDestruction
Mike, guitarrista e fundador do grupo, está "desconectado" segundo Schmier

Charlie Brown Jr: como Chorão foi corrompido após ficar rico, segundo Tadeu PatollaCharlie Brown Jr
Como Chorão foi corrompido após ficar rico, segundo Tadeu Patolla

The Who: Pete Townshend explica por que um dos auges de sua carreira foi tocar no BrasilThe Who
Pete Townshend explica por que um dos auges de sua carreira foi tocar no Brasil

Aerosmith: banda pode nunca mais se apresentar ao vivo, de acordo com Brad WhitfordAerosmith
Banda pode nunca mais se apresentar ao vivo, de acordo com Brad Whitford

Black Sabbath: Wendy Dio dá sua versão sobre os boatos de problemas entre Ozzy e DioBlack Sabbath
Wendy Dio dá sua versão sobre os boatos de problemas entre Ozzy e Dio

Lindemann: não era minha praia, diz Tägtgren sobre fim da bandaLindemann
"não era minha praia", diz Tägtgren sobre fim da banda

Ramones: do punk ao death metal, 25 bandas que gravaram covers do saudoso quartetoRamones
Do punk ao death metal, 25 bandas que gravaram covers do saudoso quarteto

Robert Plant: a música da carreira que ele acha mais difícil de cantar (não é do Led)Robert Plant
A música da carreira que ele acha mais difícil de cantar (não é do Led)

System of a Down: a música escatológica que gerou briga e quase acabou com a bandaSystem of a Down
A música escatológica que gerou briga e quase acabou com a banda

Gary Moore: em ácido comentário, ele dizia em 1987 por que não curtia hard rockGary Moore
Em ácido comentário, ele dizia em 1987 por que não curtia hard rock

Helloween: a melhor música da banda na fase Andi Deris, na opinião de Michael KiskeHelloween
A melhor música da banda na fase Andi Deris, na opinião de Michael Kiske

Iron Maiden: Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeuIron Maiden
Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeu

Nightwish: Floor fala sobre pirotecnia nos shows e como lida ao esquecer as letrasNightwish
Floor fala sobre pirotecnia nos shows e como lida ao esquecer as letras

Guns N' Roses: estreando velha nova música Absurd em show nos EUA; veja vídeoGuns N' Roses
Estreando "velha nova" música "Absurd" em show nos EUA; veja vídeo


Stamp

Pantokrator: Encarnados no Melodic Death Metal

Resenha - Incarnate - Pantokrator

Por Márllon Matos
Em 08/01/14

Nota: 8

Depois de 7 anos incubados em algum canto esquecido da Suécia, o PANTOKRATOR retorna com o seu 3º full length em seus quase 20 anos de história, agora em nova casa, a Rottweiler Records.

A missão de início seria bem complicada, superar o magistral álbum Aurum, que, de longe, foi o melhor trabalho na carreira do quinteto. Bem, dizer que conseguiram é um pouco cedo (isso só o tempo dirá), mas que esse Incarnate é um belo lançamento não há como negar!

São pouco mais de 51 minutos de música distribuídos em 9 faixas matadoras onde a banda mostra que esse tempo de "reclusão" foi muito bem utilizado. A sonoridade sofreu uma grande progressão em relação aos lançamentos prévios. Doses maiores de melodia foram inseridas e na maioria das canções ocorreu uma valorização dos arranjos cadenciados, mas ainda sim o Pantokrator é uma banda de Metal e faz tudo isso com maestria!

Incarnate (a faixa) nos trás elementos de um AMON AMARTH sem as partes Vikings e mais focados na melodia; Cast Down é mais rápida e tem um refrão que, de certo modo podemos dizer que chega a ser "acessível". Bem, pelo menos em comparação ao que se ouve por ai no estilo; Revolution foi escolhida para ser single e lyric vídeo do álbum e não é difícil entender o motivo disso. A faixa é de longe a melhor do trabalho. Abertura contagiante, riffs grudentos, refrão que gruda na cabeça e de melodia facilmente assoviável. Não tem como não sair cantando logo deposi de ouvir pela primeira vez; Amidst The Wolves evidencia ainda mais a cadência e é boa, apenas isso; Seraphim Wings é uma faixa instrumental bem bacana e que serve como uma divisória do álbum pois a partir dela encontramos as faixas mais pesadas onde os pedais duplos se fazem mais presentes e as guitarras mais aceleradas, o destaque desta segunda parte fica pro conta de Millenium In Chains, mas sem desmerecer em momento algum as faixas Icarus Burning e Sammath Naur. Para finalizar, Ökevandring, faixa mais melódica e na maior parte do tempo instrumental, sendo completada no final com um belo vocal feminino de Rebecka Gustafsson, que agregou muito valor a esse camarote, hehehe

Individualmente não tem muito o que se falar dos membros da banda, todos executam muito bem as suas funções, mas ninguém chega a ser a nova estrela do gênero, mas se tem que ter um destaque, que fique por conta do vocalista Karl Baltazar e o seu timbre único. Seu vocal é rasgado mas de fácil entendimento, mas mesmo assim impõe respeito e é bem "carismático".

Para quem já conhecia a banda este cd não via decepcionar e para aqueles que nunca ouviram falar do PANTOKRATOR este é um ótimo começo.

Line-up:

Mattias Johansson - guitar
Karl Walfridsson - vocals
Rickard Gustafsson - drums
Jonas Wallinder - bass
Jonathan Jansson - guitar

Track list:

1 - Incarnate
2 - Cast Down
3 - Revolution
4 - Amidst The Wolves
5 - Seraphim Wings
6 - Icarus Burning
7 - Sammath Naur
8 - Millenium In Chais
9 - Ökevandring


Outras resenhas de Incarnate - Pantokrator

Pantokrator: Banda sueca de death metal melódico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Márllon Matos

Nascido em 1990, despertou para o rock em 2002 e desde lá vem sendo o terror dos vizinhos, seja tocando bateria ou ouvindo Metal no mais alto volume. Cristão convicto, curte de Palavrantiga a Crimson Moonlight, e o seu sonho é conseguir ir para a Austrália ver algum show do Mortification.

Mais matérias de Márllon Matos.