Sepultura: De longe, o melhor disco da fase Derrick

Resenha - Mediator Between Head and Hands Must be the Heart - Sepultura

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por João Paulo Silva Ferreira
Enviar Correções  

9


Sabe quando vocÊ ouve um disco e não para de escutar mais? Foi assim que aconteceu com este amigo aqui. THE MEDIATOR BETWEEN THE HEAD AND HANDS MUST BE THE HEART, o novo disco do SEPULTURA, está simplesmente maravilhoso. Agressivo, pesado, bem produzido e direto. Pode até ser exagero da minha parte, mas acho que estamos diante de mais um clássico da banda,ao lado de ARISE e CHAOS A.D.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Produzido por ROSS ROBINSON (o mesmo que trabalhou com a banda no álbum ROOTS), a sonoridade do disco está perfeita, lembrando muito o disco ainda pouco citado. E o que ele fez com a voz de DERRICK GREEN?, simplesmente bem dosada e diferente. Alguns fãs podem assustar com essa diferença, mas depois de algumas ouvidas você já se acostuma.

Outra coisa a mencionar é a influência de Death metal em algumas faixas. Quer comprovar essa influência? Escute a brutalidade de THE VATICAN. Um soco na cara pra ninguém botar defeito. ANDREAS KISSER está matador com riffs pra lá de empolgantes e ELOY CASAGRANDE esmagando sua bateria com viradas rápidas e certeiras. Com certeza uma música para ser conferida ao vivo. E por falar em ELOY, o cara está impecável, conduzindo muito bem a cozinha com PAULO JR.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Momentos empolgantes temos na faixa de abertura TRAUMA OF WAR. Uma das músicas de abertura mais rápidas e brutais do SEPULTURA. IMPENDING DOOM, bem arrastadona e com riffs característicos da banda. THE BLISS OF IGNORANTS, com uma pegada bem na linha do ROOTS. Nessa faixa temos a participação do percussionista FRED ORTIZ (ex-baterista do BEASTIE BOYS e que toca com DERRICK no MAXIMUM HEDRUM) e OBSESSED, que tem riffs que lembram a fase do disco ARISE, e que tem a participação de DAVE LOMBARDO (ex-baterista do SLAYER). Vale destacar também a faixa GRIEF. Totalmente diferente de tudo que o SEPULTURA já fez, com uma guitarra limpa e toda versatilidade de DERRICK GREEN.

O disco ainda possui MANIPULATION OF TRAGEDY, TSUNAMI e DA LAMA AO CAOS (cover de CHICO SCIENCE E NAÇÃO ZUMBI).

Parabéns à banda que conseguiu fazer um álbum devastador e que de longe é o melhor disco da fase DERRICK.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Mediator Between Head and Hands Must be the Heart - Sepultura

Sepultura: mais extremo, novo álbum é grande acertoSepultura
Mais extremo, novo álbum é grande acerto

Sepultura: novo álbum é um petardo, diz resenhaSepultura
"novo álbum é um petardo", diz resenha

Sepultura: Um ponto de ruptura perfeito com o novo álbumSepultura
Um ponto de ruptura perfeito com o novo álbum

Sepultura: Uma banda que não precisa provar mais nada a ninguémSepultura
Uma banda que não precisa provar mais nada a ninguém

Sepultura: O novo grupo enfim gravou seu álbum definitivoSepultura
O "novo" grupo enfim gravou seu álbum definitivo

Sepultura: "Mediator" é o melhor disco desde "Roots"

Sepultura: Mediator é uma volta às raizes ou ao Roots?Sepultura
"Mediator" é uma volta às raizes ou ao "Roots"?


Goo336 Cli336 GooAdHor Goo336