Matérias Mais Lidas

imagemThin Lizzy e o álbum picareta de covers do Deep Purple que garantiu sua sobrevivência

imagemConheça o guitarrista brasileiro de 16 anos que estará no próximo clipe do Megadeth

imagemA inteligente estratégia de Prika para não perder gravadora na ruptura da Nervosa

imagemA certeira visão de Penélope Nova sobre como pop "absorveu e enfraqueceu" outros estilos

imagemBeatles: A música que Paul McCartney compôs para calar a boca de Pete Townshend

imagemSteve Grimmett: vocalista do Grim Reaper morre aos 62 anos

imagemO hit dos Engenheiros sobre Humberto não querer ser guru dos jovens igual Renato Russo

imagemPor que o processo de composição da Legião Urbana e Engenheiros era tão diferente?

imagemA dura bronca dos Titãs em Nando Reis durante gravação de "Titanomaquia"

imagemRoger Waters sobre tocar Pink Floyd sem David Gilmour: "Não tenho problema algum"

imagem4 hits do Deep Purple cujos riffs Ritchie Blackmore já confessou ter copiado

imagemShow do Iron Maiden pra "pouca gente" é o favorito de Blaze Bayley

imagemEdu Falaschi não vive no "Baile da Saudade" e reconhece limitações

imagemRob Trujillo presta tributo ao Rage Against The Machine após shows em Nova Iorque

imagemSons of Apollo une carisma e técnica em show no Rio com direito a piada de Mike Portnoy


Stamp

Deventter: Agradará em cheio apreciadores da nova safra do Metal

Resenha - Empty Set - Deventter

Por Vitor Franceschini
Em 18/10/13

publicidade

Nota: 8

Este é o terceiro trabalho dos paulistas do Deventter. O quinteto de Campinas faz um som interessante que mescla diversos estilos gerando um Metal alternativo (sem confundir com New Metal, por favor) que ao mesmo tempo pode ser perigoso. Perigoso, por quê? Vamos discorrer sobre, durante a resenha.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

A banda sabe mesclar muito bem elementos que passam pelo Metal, pelo Grunge e até eletrônico com boa melodia e uma leve acentuação pop. Não há dúvidas que a música que resulta disso tudo é de ótima qualidade, porém entrará para o ‘hall’ daqueles discos do amem ou odeiem.

O trabalho possui guitarras pesadas, com riffs simples, mas bem executados, cozinha forte e agressiva. A acentuação pop se origina dos vocais de Felipe Schäffer, que são acessíveis e muito bons por sinal. Só peca em alguns momentos nasalados que lembram o terrível Marilyn Manson.

Destaque para Old Major, que abre o disco de forma enérgica, Blank Death e sua aura dramática e cheia de quebradas, além de Yellow Paper que possui uma pegada Punk e Curtains Will Retreat que fecha o disco com uma pegada emotiva e pop/Progressiva.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A produção a cargo de Adriano Daga e Brendan Duffey, no Norcal Studios, nem precisa ser mencionada já que ambos são renomados, principalmente nesta linha mais moderna do Metal. O Deventter agradará em cheio fãs de mentes mais abertas e que apreciam a nova safra do Metal, já os conservadores irão passar longe.

http://www.deventter.com.br/
https://www.facebook.com/deventter


Outras resenhas de Empty Set - Deventter

Resenha - Empty Set - Deventter

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.