Deadly Curse: Metal extremo que abrange vários estilos

Resenha - Synthetic Humanization - Deadly Curse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Finalmente em mãos o novo EP do Deadly Curse, banda goiana que já lançou um álbum ("Renegade") em 2009 e após o single "Blind Faith" – que aqui aparece como bônus – solta seu mais novo trabalho.

Hair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesadoCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo

A banda está tinindo com seu Metal extremo que abrange estilos que vão do Thrash Metal, passando pelo Melodic Death Metal e até pitadas de Metalcore. Com uma pegada certeira e certo ‘groove’, as composições soam consistentes, pesadas e modernas ao mesmo tempo.

Sem sombra de dúvidas os vocais de Thiago Andrade, que também integra o Fanttasma, são um dos destaques. Afinal, ele berra como poucos, além de alternar com vocais limpos e não soar monocórdio nas partes mais agressivas.

O trabalho instrumental não fica atrás. Riffs pesados, bateria certeira e um baixo pulsante dão a carga necessária para as músicas, que ainda possuem uma dose de melodia. Tudo com uma ótima produção a cargo de Francico Arnozan e da própria banda. Destaco a já citada Blind Faith, além da power balada Sick Inside e a faixa título.

https://www.facebook.com/BandDeadlyCurse?fref=ts
http://deadlycurseofficial.bandcamp.com/




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Hair Metal: Os maiores cabelos da história do rock pesadoHair Metal
Os maiores cabelos da história do rock pesado

Courtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundoCourtney Love
Ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin