Lacerated And Carbonized: uma das melhores na atualidade

Resenha - Core Of Disruption - Lacerated And Carbonized

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Pode parecer ousadia, mas acredito que o Lacerated And Carbonized é uma das melhores bandas de Death Metal do Brasil na atualidade e este seu novo álbum, “The Core Of Disruption” me causou uma impressão que eu não sinto desde que ouvi “Conquerors Of Armageddon” do já consagrado Krisiun.
5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosSexo e rock n' roll: banda grava e vende pornô para bancar despesas

Exagero? Pode ser, mas longe de querer meter a banda em uma enrascada. O fato é que o quarteto carioca, desde sua primeira demo “Chainsaw Deflesher” (2007), sempre andou pra frente, mas nunca mudou sua proposta. Com um bom primeiro álbum, “Homicidal Rapture” (2011), a banda deu seu primeiro passo. O single “Third World Slavery” (2012) deu a deixa do que seria consolidado.

Na mosca. Este segundo petardo é uma aula de técnica, peso e coesão sem perder a extremidade e, muito menos, sem parecer soberba. Riffs apocalípticos muito bem elaborados e executados com maestria, solos que não ficam atrás, uma cozinha coesa com uma bateria cheia de técnica e levada variada, além de vocais guturais inteligíveis dão os tons básicos das composições.

Não bastasse isso, incorporaram elementos de percussão (nada excessivo como já devem estar pensando) somente pra incrementar e dar um diferencial nas viradas e algumas passagens de Call For Blood e Third World Slavery. Sem contar que a faixa L.A.C. (sigla do nome da banda) abre o disco e já é considerada um hit do grupo desde o single anterior.

A variação nas levadas das composições é o diferencial, por isso ainda podemos recomendar O Ódio E O Caos (que apesar do nome em português é cantada 95% em inglês), Awake The Thirst (que rifferama e levada sensacional), além de Unnatural Agression e a ‘melódica’ The Candelária Massacre.

Ainda há participações especiais, como se precisassem incrementar algo neste já grande clássico. Mas como isso nunca é demais, Eregion (Unearthly), Felipe Chehuan e Max Moraes (Confronto), além de Guilherme Sevens (Painside) contribuem no álbum. Isso sem contar a produção primorosa, a cargo do guitarrisa Caio Mendonça e da banda, que deixou tudo nos eixos e teve a masterização e mixagem de Andy Classen (Hly Moses, Belphegor) no Stage One Studios, na Alemanha. Precisa falar mais alguma coisa? Ah! A arte da capa é sensacional!

http://www.laceratedandcarbonized.com/
http://www.facebook.com/pages/Lacerated-And-Carbonized/16940...

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Core Of Disruption - Lacerated And Carbonized

738 acessosLacerated and Carbonized: destaque da cena Death nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Lacerated And Carbonized"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Lacerated And Carbonized"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Sexo e rock n rollSexo e rock n' roll
Banda grava e vende pornô para bancar despesas

Por poucoPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

5000 acessosNirvana: "Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt5000 acessosZakk Wylde: O assassinato atribuido à "seita" do guitarrista5000 acessosRede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleiros5000 acessosLamb of God: recebendo elogios de Metallica, Slash e Slipknot5000 acessosRock In Rio: E se no festival só tocasse rock?5000 acessosRobert Plant: Veja o vocalista em dueto com o apresentador Jimmy Fallon

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online