Tygers of Pan Tang: paixão ainda transborda em cada nota tocada

Resenha - Ambush - Tygers of Pan Tang

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


Quem acompanhou de perto a cena do NWOBHM sabe da importância que o TYGERS OF PAN TANG teve para a consolidação do referido movimento, sendo uma de suas bandas mais importantes e relevantes, embora nunca tenha conseguido o reconhecimento de outros de seus conterrâneos. Mas para a alegria de seus fãs brasileiros, a Hellion Records acaba de lançar no mercado nacional "Ambush", o 10º disco da banda, e um dos melhores álbuns lançados em 2012.

Embora trazendo apenas o guitarrista Robb Weir da formação original, o som da banda continua retro e calcado totalmente naquela sonoridade que lhe é característica, ou seja, uma mistura bem afinada e orgânica entre metal tradicional, hard e classic rock, cheia de riffs "classudos" e melódicos, levadas diretas e precisas, e melodias vocais grudentas e que levam o ouvinte a cantá-las instintivamente logo após as primeiras audições do disco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro grande destaque do material é o vocalista italiano Jacopo Meille, com um timbre bem agradável e cativante, atingindo tons altos com muita facilidade. Inclusive, sua melhora é perceptível em relação ao disco anterior, "Animal Instinct" (2008)

Todas as 11 faixas apresentadas seguem uma linha bem energética, intensa e vibrante, passando muita positividade para o ouvinte e, embora não traga nada de novo, cativa pela qualidade apresentada, e pelo paixão ao estilo que transborda em cada nota tocada pelo quinteto.

Ouça faixas como "Keepong Me Alive", "One of Kind", "Man of Fire" e "Play to Win", para ter uma ideia de como a banda ainda soa bem mesmo após 35 anos de sua formação. A produção de Chris Tsangarides também contribuiu muito para o excelente resultado final do material, principalmente pela escolha de timbres retros nos instrumentos, sem muita modernidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um disco altamente indicado não só para os fãs de metal tradicional, hard e classic rock, mas também para todos os apreciadores da boa música em geral, batendo de frente com alguns dos maiores clássicos da banda, como "Wild Cat" e "Spellbound"! Corra já atrás do seu...

Circles - Tygers of Pan Tang
(2012 – Hellion Records - Nacional)

1. Keeping Me Alive
2. These Eyes
3. One of a Kind
4. Rock and Roll Dream
5. She
6. Man on Fire
7. Play to Win
8. Burning Desire
9. Hey Suzie
10. Mr. Indispensable
11. Speed

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Ambush - Tygers of Pan Tang

Tygers Of Pan Tang: Indispensável aos fãs da NWOBHM




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tygers of Pan Tang: ouça a inédita "Cruel Hands of Time", do relançamento de "Ambush"


Heavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradasHeavy Metal
Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas

Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal


Restart: Trecho de Enter Sandman do Metallica no VMB 2010Restart
Trecho de "Enter Sandman" do Metallica no VMB 2010

Duff McKagan: Nikki Sixx, do Motley Crue, é um gênio!Duff McKagan
"Nikki Sixx, do Motley Crue, é um gênio!"


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336 CliHo Cli336 Cli336