General Surgery: banda completamente influenciada pela Carcass

Resenha - Corpus In Extremis; Analysing Necrocriticism - General Surgery

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8


Duas constatações: a primeira é que, quando o 'play' é pressionado, o aparelho de som cospe sangue. Quanto à segunda, é tudo verdade o que dizem: a banda sueca é completamente influenciada pela Carcass de seus tempos mais brutais, principalmente dos álbuns "Reek of Putrefaction" e "Symphonies of Sickness", dois dos mais clássicos de Grind/Gore do planeta. Outra referência? Os anormais da Exhumed!!! Esse é, portanto, o naipe da General Surgery. E não poderia ser melhor. Ah, sim, poderia: a Shinigami Records acabou de lançá-lo em versão nacional!

Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com essas informações, não é difícil deduzir que a sonoridade do quinteto tem uma pegada bastante agressiva, pesadíssima, suja e cheia de velocidade, não é mesmo? Portanto, a festa do açougue já tem trilha sonora.

Esse é outro daqueles discos em que é difícil destacar uma ou mais composições. Todas são muito boas, potentes e obviamente empolgantes.

Apenas voltando às evidências "carcassianas", elas são tão intensas que, na faixa "Virulent Corpus Dispersement", há um riff no refrão parecidíssimo com o do hino "Reek of Putrefaction", dos ingleses. Uma homenagem desgraçadamente linda!

Aliás, o pessoal sabe fazer barulho direitinho: existem aquelas faixas que são pura porrada, como, por exemplo "Necronomics", "Plexus Necrosis" e "Unwitting Donor / Cadaver Exchange" (que pancada!), e outras um pouco mais trabalhadas, a mencionada "Virulent Corpus Dispersement", com direito a solo de guitarra (básico, mas funcional), e "Perfunctory Fleshless Precipitate".

E após quinze massacres em forma de música, pronto, acabou o CD, cujo efeito é o de uma droga: vicia! Portanto, hora de dar o 'play' novamente e depois pegar material de limpeza pra dar uma arrumada no caos que ficou o ambiente após a audição. Cuidado para não escorregar no sangue.

Gerneral Surgery - Corpus In Extremis: Analysing Necrocriticism
Listenable Records/Shinigami Records - 2009/2013 (relançamento) - Suécia

http://generalsurgery.bandcamp.com/
https://www.facebook.com/GeneralSurgeryOfficial?ref=ts
http://generalsurgery.se/
http://www.myspace.com/generalsurgery

Tracklist:
1. Necronomics 00:46
2. Decedent Scarification Aesthetics 01:47
3. Restrained Remains 03:05
4. Final Excarnation 01:43
5. Necrocriticism 02:54
6. Exotoxic Septicity 02:22
7. Adnexal Mass 00:36
8. Virulent Corpus Dispersement 05:17
9. Ichor 03:06
10. Idle Teratoma Core 02:11
11. Perfunctory Fleshless Precipitate 01:54
12. Plexus Necrosis 01:48
13. Unwitting Donor / Cadaver Exchange 01:27 Sh
14. Mortsafe Rupture 03:24 Show lyrics
15. Deadhouse 04:02
Total: 36:22




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "General Surgery"


Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockAntes do Black Sabbath
As 50 músicas mais pesadas do rock

Motorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhiceMotorhead
A opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336