Chronic Infect: outra banda que enche de orgulho o underground

Resenha - Fester Feast - Chronic Infect

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar Correções  

publicidade

8


Não deveria mais ser uma surpresa, mas não tem jeito: outra banda brasileira que enche de orgulho o underground com um Death Metal 'old school' fantástico! E o alerta: apesar de a demo ser de 2007, vão por mim, vale a pena fuçar as entranhas dos selos e conseguir uma cópia do material!

Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anos

Vício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína

E a proposta simples do quarteto cearense, formado na época por NunWhore Molestor (baixo), Fornikator Kum-Mander (bateria), Rogério "AlkoholiKrusher" Melo (guitarra) e pelo senhor Charles Falcão (vocal – atualmente na Triturador), é o que talvez chame mais a atenção na demo, pelo arregaço sonoro das músicas.

Como todo o bom Death tradicional, lá estão as partes mais cadenciadas, misturadas com outras velozes (mas nem tanto), estruturas sólidas e ríspidas, riffs ultrapesados e bem elaborados, e um vocal absurdo.

Pois sim, Falcão parece ter uma garganta fora do normal, até mesmo para os padrões do estilo. Apenas como curiosidade, na Triturador, ele não faz algo tão gutural assim. Pois o negócio é tão extremo e grave, que parece que o vocalista usa efeitos (ou não é deste planeta). Impressionante!

Faixas como "Putrification's Limbo", "Eviscerated Sculptures" (que machadadas dos riffs!) e "Carnivorous Obscene Rapture" são demolidoras, a ponto de causar sérios problemas no pescoço dos headbangers. Cuidado!
A arte da capinha, cujo formato é o de envelope de CD-r PRO, é maravilhosa. Seja pelos tons ou pelos ricos detalhes da ilustração, ela fascina.

A qualidade da gravação também é de arrepiar! Certamente é a maior causa do 'punch' devastador do registro.

Vale lembrar que em 2011 o conjunto gravou um split com a Spun in Darkness, no qual manteve o alto nível das composições. Outro material indicado, aliás.

Pegando bandas da nova safra, fãs de Offal, Deus Otiosus, The Black Coffins e preciosidades afins, dêem uma boa conferida e testemunhem um talento nato na arte do clássico Metal da morte. Agora, com licença, que irei colocar novamente o disquinho pra tocar.

Chronic Infect – Fester Feast (demo)
Independente – 2007 – Brasil

http://www.myspace.com/chronicinfect
[email protected]

Tracklist:
1. Mass Extermination 01:42
2. Putrification's Limbo 02:07
3. Penetrated Entrails 01:42
4. Gory Reign 02:00
5. Eviscerated Sculptures 02:14
6. White Flowers Harvest 02:02
7. Carnivorous Obscene Rapture 02:02
8. Cadaveric Anal Maceration 02:25
Total: 16:14




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Axl Rose: a primeira ficha policial aos 18 anosAxl Rose
A primeira ficha policial aos 18 anos

Vício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroínaVício
Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin