Eyefear: seguem a tendência iniciada no trabalho anterior

Resenha - Inception of Darkness - Eyefear

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Eyefear começou sua carreira como uma desconhecida banda de metal progressivo australiana,que tinha como único chamativo o fato de ter como vocalista Danny Cecati, o cabeludo ex-vocalista do Pegazus.
5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita5000 acessosBruce Dickinson: vocalistas que ele respeita e admira

Contudo, ao longo do tempo, os caras foram lançando ótimos discos (em especial "The Unseen") e chamando a atenção do público headbanger. E neste seu novo registro, os caras seguem a tendência iniciada no trabalho anterior de criar músicas mais pesadas, fugindo um pouco do metal progressivo e se enveredando mais ao Power Metal, embora ainda as faixas contenham
arranjos complexos e quebrados, mas não tanto quanto outrora.

Neste trabalho, em especial, há um pouco de exagero nos teclados, que deixou algumas faixas com excesso de momentos "sinfônicos", mas nada que comprometa a qualidade geral do material, pois o trabalho de guitarras é muito bom e os vocais de Danny continuam excelentes – e agora mais contidos, sem abusar tanto dos agudos (embora ainda consiga atingir tons altíssimos em vários momentos).

Cito como destaques a dupla "The Inception Of Darkness Part 1 – Transcending" e "Part 2 – Reborn", que mostram bem a proposta da banda, mesclando peso, melodia e técnica na medida certa, e trazendo até alguns momentos com vocais guturais.

Não se trata, pois, do melhor disco da banda, mas mesmo assim é uma obra de audição prazerosa. Fica a dica.

The Inception of Darkness - Eyefear
(Rockstar Records - 2012 - Importado)

01. Redemption
02. Shadowdance
03. Eyes Of Madnes
04. The Inception Of Darkness Part 1 - Transcending
05. The Inception Of Darkness Part 2 - Reborn
06. Immortals
07. Perfect Images
08. Legions
09. Eyes Of Madness (Orchestral Bonus Track)
10. Reborn (Orchestral Bonus Track)
11. Immortals (Orchestral Bonus Track)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Eyefear"

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Os vocalistas que ele respeita e admira

Show de RockShow de Rock
As diferenças entre os anos 80 e 2000

5000 acessosRita Lee: Ela participou de suruba com o Yes e furtou a cobra de Alice Cooper5000 acessosMetal: por que os metalheads vivem presos no passado?5000 acessosMetal Up Your Ass: Os primórdios do Metallica5000 acessosOzzy Osbourne: farto das asneiras de Lady Gaga5000 acessosPaul Di'Anno: Convertido ao Islã, vocalista comenta fanatismo4765 acessosHeavy Metal: a história do estilo em uma única música

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online