Pedra: "intenção era fazer um som praticamente geral"

Resenha - Pedra - Pedra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Nessa panelinha formada pelas bandas Baranga, Carro Bomba, Tomada e Cracker Blues, outra banda que merece destaque é a Pedra. Xando Zupo (guitarra e vocal), Luiz Domingues (baixo e vocal), Rodrigo Hid (vocal, guitarra e teclado) e Ivan Scartezini (bateria) têm nos seus respectivos currículos atuações nas bandas Patrulha do Espaço, A Chave do Sol e Harppia, mas quem pensam que a sonoridade é pesada, vão se espantar quando ouvirem o primeiro disco auto-intitulado, lançado em 2006.

5000 acessosMetal: adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?5000 acessosAs regras do Power Metal - Parte I

Segundo Zupo e Domingues, a intenção era fazer um som praticamente geral, ou seja, qualquer influência é bem-vinda, seja soul music, samba, funk (não confundam com aquele Funk!), MPB. Ouvindo o disco dá para sacar que eles não têm preconceito sobre qual direção seguiram. É um disco de Rock? Sim, remetendo as bandas dos anos 70, como Som Nosso de Cada Dia, a citada Chaves do Sol, Tutti-Frutti, O Terço e Casa Das Máquinas.

Sou Mais Feliz abre o CD, com aquela melodia de levantar da cadeira, e aquele refrão de cantar junto "Mas já não quero mais/teu amor já não me satisfaz/quem sabe sou mais feliz". Vai Escutando conta com o baixo de Domingues marcando presença e no final da faixa recitam o trecho de Partido Alto, de Chico Buarque.

Amanhã de Sono é um dos destaques, com a melodia no meio, lembrando Always With Me, Always with You, de Joe Satriani. Linda faixa. Assim como Me Chama na Hora, com elementos de cuíca e escola de samba no fundo. O Dito Popular é de repetir cada estrofe e refrão, assim como Madalena do Rock'N Roll, de balançar a cabeça ao som dela.

Reflexo Inverso é viajante, remetendo as psicodélicas O Peso e O Terço. Misturo Tudo e Aplico se destaca pela música co-escrita por Hid, Zupo e Marcelo Schevano (guitarrista do Carro Bomba), e no final com tempero mexicano. O disco termina com a Estrada, no melhor estilo Lynyrd Skynyrd, e O Galo Já Cantou, pra seguir a estrada.

Com esse disco, eles abriram para a lendária banda Uriah Heep e diversas apresentações no circuito paulistano. Em 2011, a banda voltou depois de um ano de atividades suspensas. Esperamos que eles tenham ótimas ideias para serem registradas. O Rock Brasileiro agradece.

Confiram os vídeos abaixo - Sou Mais Feliz:

O Dito Popular:

Formação:

Rodrigo Hid – vocal, guitarra e teclados
Xando Zupo – guitarra e vocal
Luiz Domingues – baixo e vocal
A bateria foi gravada por Alex Soares.

Tracklist:

1-Sou Mais Feliz
2-vai Escutando
3-Se Agora Eu Pulo Fora
4-Me Chama na Hora
5-Amanhã de Sonho
6-O Dito Popular
7-Madalena do Rock'N Roll
8-Reflexo inverso
9-Misturo Tudo e Alpico
10-Estrada
11-O Galo Já Cantou

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Outras resenhas de Pedra - Pedra

1992 acessosResenha - Pedra - Pedra


0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pedra"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Pedra"


MetalMetal
Adolescentes que ouvem o gênero fazem mais sexo?

HumorHumor
Roupas de seda? Espadas? Você precisa ser épico!

Steve PerrySteve Perry
Cinco fatos curiosos sobre o ex-vocal do Journey

5000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 805000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold5000 acessosHeavy Metal: suicidas, depressivos, fazem sexo sem proteção5000 acessosLady Gaga: cantora reverencia Maiden e Ozzy em vídeo5000 acessosRoger Moreira: chamando Pitty de "imbecil" via rede social5000 acessosLista: as dez melhores músicas para se ouvir na estrada

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.