Resenha - Pedra - Pedra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos A. M. Cruz
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


"É um absurdo" esbravejava meu amigo enquanto ouvíamos ao então novo trabalho do SANTANA, e eu ia cumprindo o papel de advogado do guitarrista: "Bicho, tu acha que todos são obrigados a passar a vida inteira durango que nem nós?", disse e emendei: "o cara têm todo o direito de faturar uma grana, se é isto que vai garantir a aposentadoria prá mim tá valendo", enquanto meu amigo argumentava que o som era muito Pop (no mau sentido), que ao menos ele poderia ter feito um trabalho mais roqueiro, enfim, aquelas lamúrias típicas de fã que se sente traído. "Tá, e por causa disto você vai jogar os outros discos fora?", perguntei. "Claro que não!" respondeu meu amigo, que por fim concordou que era um direito do Carlos fazer o que bem entendesse, já que sua contribuição ao que entende por "boa música" já havia sido dada...
5000 acessosRock Brasileiro da Década de 505000 acessosRock And Roll: últimas fotos em vida de músicos famosos

Guardadas as devidas proporções, me lembrei deste episódio quando soube da nova banda montada por Luiz Domingues, Xando Zupo e Rodrigo Hid, pois não sei por qual motivo o que meu cérebro armazenou é que se tratava de algo "Pop" (no mau sentido). "Bah, os caras têm todo o direito de ganhar uma grana" pensei e cheguei a comentar com algumas pessoas que me perguntavam sobre o paradeiro dos ex-integrantes do PATRULHA DO ESPAÇO.

Esqueci do assunto, apesar de vez por outra me deparar com o nome PEDRA aqui mesmo no Whiplash. Não me dizia nada. Até que um dia soube que receberia o CD para resenha. "Serei profissional, os caras merecem meu respeito" pensei, já começando a arquitetar mentalmente a linha de raciocínio que usaria no texto prá justificar a tal "bomba" que eu imaginava que teria de ouvir...


Houve muitas ocasiões em que aguardava um disco com ansiedade, e quando ia ouvir me decepcionava profundamente. "Muita calma nesta hora!" comentei comigo mesmo ao ouvir o CD pela primeira vez, imaginando que talvez o anticlímax antevisto estivesse causando o efeito oposto, já que ao contrário do que pensara gostei do álbum logo de cara. Aliás, havia criado uma imagem negativa tão intensa que passei um bom tempo procurando "defeitos", ao invés de "predicados".

Capitulei. Mas prá desencargo de consciência, como sou um cara afortunado e tenho uma companheira tão roqueira quanto eu, aproveitei que sairia à noite e deixei o disco para que ela ouvisse e me desse seu parecer. Quando cheguei bem mais tarde, a última coisa que ela me sussurrou antes de adormecer foi "adorei o CD!"...


Mas afinal, o trabalho é Pop? Alguns talvez digam que sim, mas se for é no "bom sentido", tanto que somente duas canções são de fato bastante acessíveis, podem tocar em rádios ou mesmo nas MTV's da vida: a baladinha "Amanhã de sonho" e "O dito popular", esta última por sinal a "música de trabalho" cujo clipe já está sendo exibido em algumas TVs e cuja introdução e desfecho lembra bastante os trabalhos do TITÃS em meados dos anos oitenta - provavelmente o objetivo da banda seja justamente atrair um público mais amplo.

Mas se tratam de menos de oito minutos num álbum com quase quarenta e oito, portanto não se deixe levar pela primeira impressão caso tenho ouvido apenas uma das duas, ainda sobram quarenta minutos de excelentes canções, alegres, repletas de climas, praticamente todas com uma veia roqueira setentista brazuca, algumas mais suíngadas, outras com um pé no Progressivo ou até mesmo mesclando tudo ao mesmo tempo, e todas executadas com perfeição pelo trio, acrescido do baterista Alex Soares, com arranjos impecáveis e produção idem, como é de se esperar de MÚSICOS deste calibre - no tal texto que eu havia imaginado antes de ouvir o CD, a idéia era justamente ressaltar com ênfase o aspecto técnico dos músicos, algo que não foi necessário...


Luiz, Xando e Rodrigo: por favor, me perdoem por ter duvidado de vocês, e meus parabéns pelo MARAVILHOSO DISCO que vocês lançaram, agora sempre que vejo o nome PEDRA sei que têm sim, algo a me dizer: "uma grande banda de ROCK BRASILEIRO!"

E ao contrário do que disse meu amigo Bento Araújo no release, não me parece que este disco necessite ser lapidado, pois já temos uma verdadeira PEDRA PRECIOSA em mãos...

Faixas:
Sou mais feliz
Vai escutando
Se agora eu pulo fora
Me chama na hora
Amanhã de sonho
O dito popular
Madalena do Rock'N'Roll
Reflexo inverso
Misturo tudo e aplico
Estrada
O galo já cantou
Total: 47:19

Formação:
Luiz Domingues (baixo e vocal)
Xando Zupo (vocal e guitarra)
Rodrigo Hid (vocal, guitarra, violão e teclados)

Participação especial:
Alex Soares (bateria)
Caio Ignácio (percussão)
Robson Luis (trompetes)

Website oficial: www.pedraonline.com.br.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Pedra - Pedra

554 acessosPedra: "intenção era fazer um som praticamente geral"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pedra"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Pedra"

Rock brasileiroRock brasileiro
Em 24 de outubro de 1955 a vida dos jovens mudou

Rock And RollRock And Roll
Últimas fotos em vida de músicos famosos

Heavy MetalHeavy Metal
5 músicos que não são metaleiros mas amam o estilo

5000 acessosGuns N' Roses: a família brasileira de Axl Rose5000 acessosSaúde: bater cabeça pode causar danos ao cérebro5000 acessosJudas Priest: 10 fatos que comprovam que eles são Heavy Metal4959 acessosGuns N' Roses: reunião não aconteceu por dinheiro, diz guitarrista5000 acessosAndreas Kisser: Max e Igor hoje são "pessoas totalmente diferentes"5000 acessosJudas Priest: As 10 melhores músicas segundo o Loudwire

Sobre Marcos A. M. Cruz

Editor do Whiplash.Net.

Mais matérias de Marcos A. M. Cruz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online