Rolling Stones: pedras rolantes ainda continuam seu caminho

Resenha - Grrr! - Rolling Stones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Pagliaro Thomaz
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


As pedras rolantes ainda continuam seu percurso, após 50 anos ainda estão seguindo e seguindo, atingindo nossos corações e nossas almas. Mostrando que eram e ainda são uma das melhores e mais icônicas rochas que sustentam o Rock em sua história. Se mantendo relevantes, atuantes, presentes e alimentando nossos sonhos. Passando por cima de estradas íngremes e irregulares e mostrando a língua orgulhosamente para a caretice e o mau gosto. Esses são os Rolling Stones.
260 acessosRolling Stones: novo DVD sai em setembro5000 acessosReligião: os rockstars que se converteram

Aqui nesta compilação, simplesmente e apropriadamente referenciada como Grrr! a banda celebra seus 50 anos de carreira e história e dá seu grito primal com seus maiores sucessos e clássicos que embalaram festas, shows, mentes e que influenciaram muita gente durante esse percurso. A discografia do grupo é longa o bastante para sem dúvida sempre faltar alguma coisa, o que talvez possa ser resolvido com mais uma ou duas adições de CDs para aquele que está sentindo falta de uma boa compilação dos caras em sua estante. Sim, esta compilação está sendo comercializada em diversas versões.

Aqui eu vou falar sobre a edição de CD duplo com 40 faixas, que fatalmente será a mais comum de se encontrar. Porém, em todas essas versões, há também o gosto da novidade.

Há tudo que um bom cardápio de pedradas tem que ter numa compilação dos Stones. Há claro, Mick, Keith, Ron e Charlie, mas também há Brian, o outro Mick, Bill, ou seja, o banquete está servido!

Entre minhas grandes favoritas de todos os tempos, temos "Not Fade Away", a famosa cover dos Stones à música de Buddy Holly, temos "Little Red Rooster", cover de Willie Dixon, temos "Satisfaction", "Get Off of My Cloud", "19th Nervous Breakdown", "Paint it Black", "Ruby Tuesday", claro, todas essas músicas, composições clássicas, mas então chegamos no ponto alto desse banquete de pedradas.

E então desce a lenha com clássicos imortais como "Jumpin' Jack Flash", "Honky Tonk Women", "Sympathy for the Devil", "Street Fighting Man", a linda "You Can't Always Get What You Want" e "Gimme Shelter", todas ainda do período de Brian Jones na banda.

O primeiro disco finaliza já com a bela balada "Wild Horses", música que inaugura a era de Mick Taylor no grupo, após a trágica morte de Jones.

A partir do disco dois, temos basicamente material dos Stones dos anos 70 até a modernidade, passando por Mick Taylor e Ron Wood com pedradas clássicas como "Brown Sugar", "Tumbling Dice", "It's Only Rock 'n Roll", "Angie", "Beast of Burden", "Start Me Up" até coisas mais recentes como "You Got Me Rocking" e "Don't Stop".

A única crítica minha aqui é não terem incluído nenhuma música do álbum de 2005, A Bigger Bang da qual gostei muito e achei um dos melhores discos da banda dos últimos que foram lançados. Pra isso você terá que comprar a versão da compilação de 4 CDs. Mas fora isso, quase todos os clássicos estão reunidos aqui para deliciar tanto fanáticos pela banda como fãs iniciantes.

Ainda não falei dos novos sabores, claro. Esta compilação ainda acompanha duas novas pedradas de respeito e que fazem juz a toda história da banda, são elas a frenética "Doom and Gloom", que ganhou um videoclipe de cair o queixo e "One More Shot", ótima faixa que encerra esta compilação.

Agora, falando especialmente de "Doom and Gloom", a faixa, disponibilizada no Youtube através do canal da banda, é uma das melhores canções do grupo nos últimos anos, ficando pau a pau com os melhores clássicos. Quando a ouvi pela primeira vez, me causou aquele arrepio e alegria de escutar os clássicos da banda. E quando vi o clipe da música e trechos de shows, fiquei maravilhado de ver como uma banda como os Stones, com seus integrantes praticamente beirando os 70 anos de idade ainda põe pra correr qualquer banda mais novinha que se encontra na mídia nos dias de hoje.

Está aí, irmãos do bom rock'n'roll, uma coleção de clássicos e novos sabores para nossa apreciação e celebração dos 50 anos dessa banda incrível! E assim as pedras continuam seu caminho, e pessoalmente, espero que cruzem o nosso e que continuem ainda por mais uma década ou duas.

I know... it's only Rock 'n Roll! BUT I LIKE IT! YES I DO!

Grrr! (2012) - Compilação
(The Rolling Stones)

Versão 40 faixas, edição de 2 CDs.

Tracklist:

Disco 1

01. Come On
02. Not Fade Away
03. It's All Over Now
04. Little Red Rooster
05. The Last Time
06. (I Can't Get No) Satisfaction
07. Get Off of My Cloud
08. As Tears Go By
09. 19th Nervous Breakdown
10. Have You Seen Your Mother, Baby, Standing in the Shadow?
11. Paint It, Black
12. Let's Spend the Night Together
13. Ruby Tuesday
14. Jumpin' Jack Flash
15. Honky Tonk Women
16. Sympathy for the Devil
17. Street Fighting Man
18. You Can't Always Get What You Want
19. Gimme Shelter
20. Wild Horses

Disco 2

01. Brown Sugar
02. Tumbling Dice
03. Happy
04. It's Only Rock 'n Roll (But I Like It)
05. Angie
06. Fool to Cry
07. Beast of Burden
08. Miss You
09. Respectable
10. Emotional Rescue
11. Start Me Up
12. Waiting on a Friend
13. Undercover of the Night
14. Mixed Emotions
15. Harlem Shuffle
16. Anybody Seen My Baby?
17. You Got Me Rocking
18. Don't Stop
19. Doom and Gloom (inédita)
20. One More Shot (inédita)

Selo: ABKCO, Universal Music Group

Site oficial:
http://www.rollingstones.com/

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 30 de novembro de 2012

Rolling StonesRolling Stones
Livro, novo álbum e documentário em breve

260 acessosRolling Stones: novo DVD sai em setembro582 acessosRolling Stones: banda planeja 1° disco de inéditas desde 2005788 acessosMick Jagger: divulgada a capa do novo single "Gotta Get A Grip"1544 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify264 acessosAlta Fidelidade: os Stones percorrem a América Latina em doc0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Rolling Stones"

Keith RichardsKeith Richards
Usando maconha e enchendo o saco de Mick Jagger

Jimmy PageJimmy Page
Falar mal do Led Zeppelin? Keith Richards só pode estar brincando!

A TeiaA Teia
Trilha sonora repleta de clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Rolling Stones"

ReligiãoReligião
Os rockstars que se converteram

Whiplash.NetWhiplash.Net
O site publica matérias pagas ou protege quem anuncia?

RhythmRhythm
Os bateristas mais influentes de todos os tempos

5000 acessosQueen: novas fotos do recluso John Deacon5000 acessosZakk Wylde: foto do arsenal de guitarras do músico5000 acessosSlash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose5000 acessosMetallica: James dividido sobre uso de suas músicas em torturas5000 acessosAxl Rose: veja entrevista para a MTV em 19905000 acessosAquiles Priester: 50 discos essenciais na vida do baterista

Sobre Ricardo Pagliaro Thomaz

Roqueiro e apreciador da boa música desde os 9 anos de idade, quando mamãe me dizia para "parar de miar que nem gato" quando tentava cantarolar "Sweet Child O'Mine" ou "Paradise City". Primeiro disco de rock que ganhei: RPM - Rádio Pirata ao Vivo, e por mais que isso possa soar galhofa hoje em dia, escolhi o disco justamente por causa da caveira da capa e sim, hoje me envergonho disso! Sou também grande apreciador do hardão dos anos 70 e de rock progressivo, com algumas incursões na música pop de qualidade. Também aprecio o bom metal, embora minhas raízes roqueiras sejam mais calcadas no blues. Considero Freddie Mercury o cantor supremo que habita o cosmos do universo e não acredito que há a mínima possibilidade de alguém superá-lo um dia, pelo menos até o dia em que o Planeta Terra derreter e virar uma massa cinzenta sem vida.

Mais matérias de Ricardo Pagliaro Thomaz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online