Evil Emperor: chegando ao público via Rotten Foetus

Resenha - Evil Emperor - Evil Emperor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Fundado em agosto de 2002, o gaúcho Evil Emperor passou pelas conhecidas mudanças de formação, mas também encontrou espaço para tocar com relativa freqüência pelo Rio Grande do Sul e Uruguai. Tendo na bagagem as demos "The Evil Birth" (04), "Butcher Of Souls" (06) e a participação no split "Execution" (09) ao lado da banda Corrosivo, chegou a hora da tão almejada estreia com um disco completo, que está chegando ao público via Rotten Foetus.
5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo

Batizado simplesmente como "Evil Emperor", este é um álbum que segue pelos caminhos mais tradicionais do metal extremo, profano e obscuro como nasceu para ser. Além das canções inéditas, também estão presentes várias faixas que já eram conhecidas dos antigos registros, o que proporciona um repertório bastante diversificado, reforçado pela preocupação em variar as vocalizações, que oscilam entre o gutural e o rasgado, com ótimos resultados como o apresentado em "Devoured By Inner Bestialit" e na própria "Evil Emperor".

É inegável que pela superfície do disco encontremos basicamente o mesmo do que é oferecido por tantos outros grupos do underground. Mas o que realmente sustenta os cerca de 40 minutos desta cáustica viagem é a forma como o Evil Emperor explora estilos como o Black, Thrash, Grind e até mesmo referências do Heavy propriamente dito, agregando cada um deles ao Death Metal, que, é, fundamentalmente, o cerne de sua proposta.

Uma década de atividades faz com que qualquer banda já tenha noção exata de como quer soar. E isso, somado à produção de Fabio Lentino (The Ordher) no Estúdio 1.000, possibilitou um áudio perfeito para o gênero, entre o límpido e o sujo, com cada instrumento aparecendo perfeitamente e timbres bem escolhidos (o baixo ficou ótimo!). Em suma: "Evil Emperor" possui um resultado bastante satisfatório e que agradará a qualquer um que aprecie a música extrema made in Brazil. Um bom trabalho!

Contato:
http://www.myspace.com/evilemperorband
http://www.reverbnation.com/evilemperor

Evil Emperor – Evil Emperor
(2012 / Rotten Foetus - nacional)

01. Mutilation Addicted
02. Vobiscum Obscurum
03. Devoured By Inner Bestialit
04. Evil Emperor
05. Portrait Of Evolution
06. The Evil Birth
07. Black Death
08. Butcher Of Souls
09. Book Of The Dead
10. Living Machines
11. Invocation
12. Maldição (bônus)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Evil Emperor - Evil Emperor

383 acessosEvil Emperor: Metal extremo de qualidade que alia Black e Death498 acessosEvil Emperor: Uma aura mais bestial e profana

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Evil Emperor"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Evil Emperor"

ExcessosExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

BaixosBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

SkankSkank
Banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

5000 acessosZakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarrista5000 acessosIron Maiden: o equipamento de palco da World Slavery Tour5000 acessosMarilyn Manson: "perdi tudo por causa de Columbine"4542 acessosIron Maiden: Assista a introdução dos shows da nova tour5000 acessosKerry King: velho, gordo e careca? Está falando de mim, seu babaca?5000 acessosIron Maiden: Os mesmos três acordes em quarenta músicas

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online