Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemGuitarrista do Skid Row diz que não fala com Sebastian Bach e não pensa em fazer pazes

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera (Audio, São Paulo, 07/08/2022)

imagemAnthrax cancela mais um show que seria realizado no Texas


Dream Theater 2022

Kiss: os trinta anos de "Creatures Of The Night"

Resenha - Creatures Of The Night - Kiss

Por Igor Miranda
Fonte: Van do Halen
Em 13/10/12

O KISS não estava nada bem desde o início da década de 1980. Os álbuns "Unmasked" e "(Music From) The Elder" não corresponderam às expectativas, colaborando para o declínio de popularidade da banda principalmente nos Estados Unidos, terreno mais fértil de seus trabalhos. O quarteto precisava de uma mudança de postura. Mas, antes mesmo de decidirem o que fariam, o guitarrista Ace Frehley abandonou o barco por diversos problemas com os outros integrantes, que se tornaram cada vez mais constantes após a saída do baterista Peter Criss. Por razões contratuais, o Spaceman foi mantido no conjunto, todavia não teve participação no que seria produzido.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A solução, em termos musicais, era mais simples do que se pensava: o KISS precisava voltar a fazer Rock n’ Roll em sua mais pura essência. Poderia até ousar em alguns pontos, como de fato ousaram por aqui, flertando com o Heavy Metal e o Hard Rock oitentista em vários momentos. Só que sem perder o foco, como nos trabalhos anteriores. Para isso, um novo guitarrista precisava ser efetivado. Ou não.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Creatures Of The Night, décimo álbum do KISS, lançado há exatos 30 anos, representa um momento raro na carreira de uma banda de Rock. O trabalho foi registrado com cinco guitarristas diferentes (incluindo Gene Simmons), além de Paul Stanley; e três outros baixistas (incluindo o próprio Eric Carr), além de Gene Simmons. Não é por isso que se tornou um momento raro, mas sim por soar mais linear que os antecessores, que contaram apenas com Frehley e Stanley nas seis cordas. Nove músicos soaram como quatro em prol daquela coletividade almejada.

O que pode justificar isso? Provavelmente, o foco e o empenho dos três integrantes em fazer um grande trabalho. Paul Stanley, Gene Simmons e Eric Carr, com a ajuda do produtor Michael James Jackson, estavam realmente decididos sobre o que fariam e de que forma fariam. Parece até que um plano de metas, do estilo empresarial, foi traçado. Mas, por se tratar de arte, duvido que tenha sido realmente traçado. Temos Simmons, um dos grandes empresários e marqueteiros do Rock, envolvido aqui. No entanto, a arte lida, especialmente, com a espontaneidade – sentimento notável nos 38 minutos deste play.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa título anuncia, com seu início pesado, o que estaria por vir. A bateria bem reverbeada, as guitarras e o baixo com bastante peso, a lírica tipicamente sobrenatural (criaturas da noite, ora) e os vocais repletos de gana feitos por Paul Stanley constituíram a canção, que é um verdadeiro clássico do KISS. "Saint And Sinner" segue com muita classe. O refrão grudento e a veia visceral intrínseca nos riffs asseguram a faixa como uma das melhores do registro, apesar de não ser uma das mais lembradas. "Keep Me Comin’" tem apresentação de gala de Paul Stanley e Eric Carr. O andamento lembra os momentos mais endiabrados do Led Zeppelin, mas com o peso da ótima produção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por falar em peso, "Rock And Roll Hell" vem em seguida com a assinatura de Gene Simmons: baixo em destaque, vocais rasgados e composição tipicamente demoníaca. O personagem The Demon surge em todos os aspectos por aqui, renovado após os momentos polidos dos discos anteriores. "Danger" é um Hard n’ Heavy nervoso, com grande trabalho de Bob Kulick – a única faixa que o careca tocou aqui. Paul Stanley, ainda não dominado pela farofa dos anos 1980, traz vocalizações que são, ao mesmo tempo, exuberantes e ponderados.

"I Love It Loud" dispensa apresentação. Um verdadeiro clássico do quarteto. A música não tinha sido muito evidenciada à época, mas aos poucos mostrou sua força, se tornando indispensável nos repertórios de várias turnês da banda, com o coro icônico, o refrão cantado a todo pulmão, os riffs marcantes e a bateria pra lá de destacada. "I Still Love You" permanece como uma das power ballads mais incríveis da história do Rock n’ Roll, ao meu ver. A letra é carregada de emoção e a performance de Paul Stanley, mais ainda. As excelentes linhas de guitarra, com direito a bons solos de Robben Ford, também se destacam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Killer" é um Rock n’ Roll básico, sem firulas, feito por Gene Simmons e Vinnie Vincent – o guitarrista que ocuparia a vaga de Ace Frehley logo após o lançamento desse álbum. A canção, que é boa mas não se destaca, prepara o terreno para um dos pontos altos. "War Machine" demonstra a inspiração do Demon por aqui. Há muito tempo, o linguarudo não se apresentava tão bem como neste disco, em especial nessa música. O peso dessa canção a torna tipicamente Heavy Metal, além de ter uma incrível participação de Vincent no solo. Para o momento, o Ankh Warrior era a melhor opção para a banda. Isso é inegável e foi melhor apresentado no disco seguinte, Lick It Up.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar de toda a sua qualidade e exuberância, Creatures Of The Night não conseguiu colocar o nome do KISS de volta aos holofotes. As vendas foram tímidas e a banda precisou explorar novos territórios nessa época – incluindo o Brasil, onde fizeram shows apoteóticos com plateias lotadas. A reconstrução do grupo precisou ir além, pois o desgaste da imagem justificava a baixa repercussão dos novos trabalhos. Foi aí que as máscaras finalmente deixaram de ser utilizadas e os integrantes passaram a se apresentar de cara limpa, dando início a um período de altos e baixos.

KISS – Creatures Of The Night
Lançado em 13 de outubro de 1982

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Paul Stanley (vocal, guitarra)
Gene Simmons (vocal, baixo, guitarra em 9)
Eric Carr (bateria, percussão, baixo em 7)

Músicos adicionais:
Vinnie Vincent (guitarra em 2, 3, 6, 8 e 9)
Bob Kulick (guitarra em 5)
Robben Ford (guitarra em 4 e 7)
Steve Farris (guitarra em 1)
Mike Porcaro (baixo em 1)
Jimmy Haslip (baixo em 5)

01. Creatures of the Night
02. Saint and Sinner
03. Keep Me Comin’
04. Rock and Roll Hell
05. Danger
06. I Love It Loud
07. I Still Love You
08. Killer
09. War Machine


Outras resenhas de Creatures Of The Night - Kiss

Resenha - Creatures Of The Night - Kiss

Resenha - Creatures of the Night - Kiss

Resenha - Creatures of the Night - Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Gene Simmons conta como foi o dia em que ele compôs com Bob Dylan

A canção do Rush que tira sarro de balada clássica do Kiss

Quando Slash tentou entrar pro Kiss mas foi rejeitado por um motivo cruel

O clipe do Kiss que Paul Stanley se envergonha de ter gravado

Schmier, ícone do thrash metal, demonstra seu carinho pelo Kiss; "Maiores que a vida"

Gene Simmons revela quanto Kiss "faturou" para fazer o primeiro show

Kiss: Bruce Kullick comenta o subestimado álbum "Revenge", de 1992

Red Hot se junta ao grupo de bandas que lançaram dois discos no mesmo ano

De Jon Bon Jovi até Slayer, bandas e artistas que erraram suas próprias músicas ao vivo

Rush: Geddy Lee conta como o Kiss influenciou música do "Caress of Steel"

As três bandas listadas por Gene Simmons como maiores influências do Kiss

Dia Mundial do Rock: relembre 100 clássicos lançados na década de 90

Paul Di'Anno se reencontra com Kiss após 42 anos de uma turnê que marcou o Iron Maiden

Ian Hill relembra a época que o Judas Priest abriu show para o Kiss

The Troops of Doom: Jairo Guedz conta porque não consegue falar mal do Iron Maiden

Kiss: Gene Simmons tira sarro dos problemas vocais de Paul Stanley

Yngwie Malmsteen: sua altura o impediu de se tornar integrante do Kiss?

Baterista: quem é o mais injustiçado entre Ringo Starr e Peter Criss?

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.