Arandu Arakuaa: Metal com temática indígena brasileira

Resenha - Arandu Arakuaa - Arandu Arakuaa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7


Pelo menos para esse que vos escreve não é nenhuma novidade uma banda se enveredar a fazer Metal com temáticas indígena brasileira. Afinal, já pude conferir a banda Corubo, do Acre, que faz Black Metal se utilizando desses temas, além da 'falecida' Relva de Sangue que tinha os seus integrantes com pseudônimos indígenas.

Arandu Arakuaa: banda de metal indígena lança novo videoclipeTemperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock

Mas, isso é muito bem vindo, pois tudo que preserva a cultura de nosso país é positivo. O Arandu Arakuaa surgiu em 2008 e resolveu também embarcar nessa. Formado por Nájila Cristina (vocal), Zândhio Aquino (vocal/guitarra/teclado), Saulo Lucena (baixo/vocal) e Adriano Ferreira (bateria) o grupo vai além das bandas citadas, pois canta na língua tupi antiga e possui uma aura típica de celebrações indígenas em sua música.

Quem pensa que a isso a banda alia um Metal melódico ou algo similar se engana, já que o Metal extremo traduzido em Black Metal é o que compõe a área que nos interessa. A faixa, Tupinambá, por exemplo, é densa e possui vocais guturais rasgados se alternando a vocais líricos femininos. A música caiu muito bem e pode ser um belo cartão de visitas.

Já Auê! demonstra um grande lado da música folclórica indígena. O único 'porém' fica por conta dos vocais de Nájila que, diferentemente da primeira composição, soam menos enérgicos e até sem feeling. Kunhãmuku~i apesar de curta, mostra uma interessante variação e Moxy Pe~e Supé Anhangá é a mais extrema de todas, com bons riffs e levada mais dinâmica.

A capa do trabalho é interessante e a produção sonora ficou no limite e está ok. Por fim podemos constatar que, apesar da ideia não ser completamente original, a banda conseguiu se superar na sonoridade que é bem ímpar. Basta saber explorar mais a temática e sonoridade para não cair na mesmice.

https://www.facebook.com/pages/Arandu-Arakuaa/30052793330689...
http://www.myspace.com/aranduarakuaa




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Arandu Arakuaa: banda de metal indígena lança novo videoclipe

Temperatura Máxima: as atrizes pornôs que incendiaram o cenário RockTemperatura Máxima
As atrizes pornôs que incendiaram o cenário Rock

Religião: Top 10 citações sobre Deus e o DiaboReligião
Top 10 citações sobre Deus e o Diabo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin