Shock: Riffs nervosos e uma interessante linha de baixo.

Resenha - Heavy Metal We Salute You - Shock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

10


Interessantíssimo relançamento levado a cabo pela Kill Again Records. Este trabalho origina-se de 1991, quando foi lançado somente no formato de LP através do selo Whiplash Records (olha que boa ideia Whiplash.net), do Rio Grande do Norte.

Confesso que sabia pouco a respeito dessa banda paraibana, mas, através de pesquisas, constatei que o grupo foi importante para o Heavy Metal nacional em vários aspectos. Primeiro porque eles foram pioneiros em fazer o chamado NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal ou seria New Wave Of 'Brazilian Heavy' Metal?) e segundo por ser um influente grupo fora do eixo Rio-São Paulo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formados, no longínquo ano de 1978 por Américo Caldeira (vocal), Paulo Roque (baixo), Carlos Roque (bateria) e Edgard Roque (guitarra) o som da banda remete muito a nomes do Metal inglês como Chariot, Saxon e Iron Maiden, fato raro por aqui, já que as bandas da época partiam mais para o Metal extremo.

É gratificante, para os amantes do verdadeiro e clássico Metal, ouvir os riffs iniciais de Failure And Defeat, faixa que abre o disco de maneira dinâmica e empolgante. Já Ritual parte para a ignorância com sua levada rápida e certeira, com a cozinha reta e eficiente. Outro petardo, Silver Cross inicia com um dedilhado e clima soturno para depois descambar para a pauleira, recheada de riffs nervosos e uma interessante linha de baixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não poderia ficar fora dos destaques a faixa título. Afinal, além de boa composição é uma ode ao estilo que cultuamos. Outra coisa que chama atenção são os vocais de Américo. Apesar de não ser a voz que mudará (ou mudaria) os rumos do Metal, o cara tinha um timbre muito agradável e não exagerava nos agudos, longe disso.

O relançamento ainda conta como bônus com os outros dois trabalhos da banda. Primeiro vem o EP "Shock Live" (2004), onde nem os overdubs tiraram o brilho da banda ao vivo. Também mostra que os músicos estão em forma, incluindo o vocalista Américo, que canta muito. Depois fechando o disco temos a demo "Ritual" de 1989, onde a banda já mostrava competência e cantava em português. Faixas como Rock, Heavy Metal e Cabelos Compridos se destacam dentre as cinco que compõem o trabalho.

publicidade

A produção do trabalho é bem fiel ao estilo e a frente de seu tempo. Foi conduzida pela banda e por Luziano (já falecido), no Estação do Som Studio, em Recife/PE. O encarte do relançamento é recheado com fotos e letras, incluindo as capas dos trabalhos extras. Registro histórico para o Metal brazuca!

http://www.metalshock.net/

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 WhiFin Cli336