Baixo Calão: Banda tritura ouvidos com Grindcore primoroso

Resenha - Atmo Mediokra - Baixo Calão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar Correções  

publicidade

8


Mais uma demonstração de violência musical explícita. Direto de Belém do Pará, a Baixo Calão tritura ouvidos com um Grindcore primoroso. Estranho chamar de primoroso, mas o som é isso e ponto.

Simone Simons: a nudez na capa de Divine ConspiracyVocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal

O material já chama a atenção pela produção gráfica caprichadíssima, bem profissional mesmo. Particularmente, achei o restante do encarte até mais belo do que a capa em si. E o investimento também foi alto na gravação, que está excelente, suja na medida certa.

Quando a música começa a rolar, o primeiro pensamento que vem é: "ira". Impressionante o quanto o quinteto evidencia esse sentimento durante toda a audição.

São dezessete faixas brutais, em que o ótimo "duelo" de vocais entre Leandro Pörckö e Beto Core se sobressai a tanta pancadaria. Bom, sobressair não é bem a palavra, já que a bateria de William Gomes também fere o cérebro com tanta velocidade e agressividade.

Aliás, o time todo funciona excepcionalmente bem, graças também aos riffs pegajosos do guitarrista Danilo Leitão, sustentado pelo baixo podraço de A. Fellipe.

E no meio de tanta (boa) desgraça, a lenta e densa "Pra que Sapiens?", que destoa um pouco das outras músicas extamente pela questão da velocidade, ficou fantástica. Apocalíptica e perfeita para encerrar o disco.

Isso só não acontece porque depois dela, existem duas outras, gravadas ao vivo. A qualidade do áudio cai um pouco, mas no geral, não compromete a barbaridade.

É preciso mencionar que o grupo representa o país no maravilhoso Obscene Extreme 2012, ao lado de Plague Rages, Andralls e Krisiun. Mais do que justo! Aliás, pode ser que estejam em pleno palco enquanto você lê estas linhas!

Grind sem perdão e com muita qualidade! Indicado para os felizardos curtidores de som extremo, óbvio! Podem partir pra cima sem medo (ou temendo a devastação?)!

Distro Rock Records/HC 80/Rola Bosta Discos – 2012 – Brasil
http://www.myspace.com/baixocalao
[email protected]
[email protected]

Tracklist

1. Edadinamuh
2. Signo da Absurdidade
3. Atmo Mediokra
4. Nem Resetando a Humanidade
5. Homem Contumaz
6. Mediokrização
7. Cordão Umbilical Farpado
8. Fracassar!!!
9. Kaos Confesso (REVETHUDEBARY)
10. Após a Incisão do Tumor
11. Prolegômenos
12. Coprofagia
13. Não Queres Prestar!!!
14. Viver Crucificado
15. Pra que Sapiens?
16. Das Vísceras da Estupidez (live)
17. Hipocrisia Movediça (live)

Fonte: Som Extremo
http://somextremo.blogspot.com



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Simone Simons: a nudez na capa de Divine ConspiracySimone Simons
A nudez na capa de Divine Conspiracy

Vocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy MetalVocalistas
Cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal


Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin