RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemOzzy Osbourne revela qual foi o melhor guitarrista de sua carreira solo

imagemO ponto fraco de Yngwie Malmsteen segundo Ronnie James Dio, em 1985

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemRoger Waters atende a Rússia e faz discurso para o Conselho de Segurança da ONU

imagemA reação de King Diamond ao ouvir Metallica tocando músicas do Mercyful Fate

imagemPor que Herbert Vianna gosta muito do riff de "Eu Quero Ver o Oco" do Raimundos?

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemO triste motivo pelo qual o Pink Floyd não podia fazer contato com Syd Barrett

imagemVeja Dave Grohl cantando e agitando em show do Mercyful Fate

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemO show do Engenheiros do Hawaii sem Humberto, que eles achavam que havia sido sequestrado

imagemRitchie Blackmore avalia os guitarristas que o substituíram no Deep Purple


Stamp

ByWar: esbanjando competência em quarto disco

Resenha - Abduction - ByWar

Por Júlio Verdi
Fonte: Ready To Rockroll
Postado em 11 de junho de 2012

Muito tem se falado deste revival do thrash metal oitentista. Dezenas de bandas tem praticado aquela música direta e técnica, sem nada de efeitos ou melodias propositalmente sujas, como se pragmatizou chamar-se de New Metal. Mas o que muita gente se esquece é que, muitas bandas que hoje fazem trabalhos excelente tendo o thrash tradicional como referência estão na cena há muitos anos. Há mais de uma década.

Como é o caso dos paulistas do ByWar, formado em 1996 em São Caetano do Sul/SP, que lançou recentemente seu 4º disco de estúdio (sem considerar splits e participações em coletâneas), o excelente "Abduction", de 2011.

Este último prima por apresentar ao ouvinte um thrash muito bem produzido, composto e elaborado em termos de melodia e harmonia. Sem se prender a um padrão (Bay Area, Germânico), o ByWar desfila um repertório variado, com agressividade e técnica nas medidas certas.

O disco, após a intro, entra com a veloz faixa-título, "Poltergeist Time", com vocais à la Kreator e ótimos backings. "Abduction" já é um tema mais cadenciado, começa bem sabbática pra depois acelerar. É a faixa mais longa, com seus 7:06 minutos. Licks e solos melódicos em profusão, esta uma característica marcante em todo o play. Riffs cavalgados marcam "Toward the Unreal", que, em alguns trechos lembram algo do Metallica de "Kill´em All".

Outras faixas que eu destacaria seriam "Handful of Evil", talvez a mais paulada do disco, "Black Spiral of Death", com a rifferama fervendo as 6 cordas, e "Consciostly Dead", que fecha o trabalho, com bela colocação dos solos e alternâncias com partes mais densas.

O time que gravou o CD conta com Enrico Ozio (Bateria), Hélio Patrizzi (Baixo), Adriano Perfetto (Guitarra - Vocal), Renan Roveran (Guitarra. Na co-produção teve Brendan Duffey, que já fez trabalhos com Black Crowes, Almah, Dr. Sin, dentre outros. Ambos banda e produtor fizeram um excelente trabalho, pois o som final do disco ficou nítido, limpo, onde se ouve com tranquilidade a ação de todos os instrumentistas.

"Abduction" é daqueles albuns agressivos e prazeirozos de se consumir. Não devendo nada a qualquer banda gringa desta nova geração de thrash. Mais uma força brasileira, trilhando o caminho profissional e sério de nosso metal.

Contatos:
http://www.myspace.com/bywar
http://www.bywarthrash.com
http://www.facebook.com/bywarthrashers


Outras resenhas de Abduction - ByWar

Resenha - Abduction - Bywar

Resenha - Abduction - Bywar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Júlio Verdi

Júlio Verdi, 45 anos, consome rock desde 1981. Já manteve coluna de rock em jornal até 1996, com diversas entrevistas e resenhas. Mantém blogs sobre rock (Ready to Rock e Rock Opinion) e colabora com alguns sites. Em 2013 lançou o livro ¨A HISTÓRIA DO ROCK DE RIO PRETO¨, capa dura, 856 páginas, trazendo 50 de história do estilo na cidade de São José do Rio Preto/SP, com centenas de fotos, mais de 250 bandas, estúdios, bares, lojas, festivais e muitos outros eventos. Curte rock de todas as tendências, em especial heavy metal e thrash metal.
Mais matérias de Júlio Verdi.