Terra Celta: Um dos álbuns mais divertidos dos últimos anos

Resenha - Folkatrua - Terra Celta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Antonio Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se você não está muito bem, com problemas em abundância e longe de solução para eles, certamente vai acabar esquecendo-os momentaneamente enquanto ouve "Folkatrua", trabalho da banda londrinense TERRA CELTA. Misturando melodias celtas tradicionais, com folk, baião e até forró, o sexteto formado por Elcio Oliveira (vocais, Violino, Gaita de foles, Nyckelharpa, Tin whistles), Eduardo Brancalion (guitarra e violão), Bruno Guimarock (baixo), Edgar Nakandakari (Banjo tenor, Bandolim, Flauta), Luís Fernando Sardo (bateria) e Alexandre Garcia (Acordeon) dão uma aula de bom humor com sátiras em suas letras que contagiam e representam uma nova abordagem musical.
5000 acessosSeparados no nascimento: Lady Gaga e Eddie5000 acessosOs Headbangers não praticantes

Um verdadeiro hino do álcool é o que abre o trabalho: "Até o Último Gole" é a música que retrata o espírito de irmandade entre os bêbados, afinal, qualquer bêbado amigo aqui é meu irmão, até o último gole, até cair no chão! Ainda há espaço para incluir um sample satirizando um ícone dos jogos antigos: Mario, da série de jogos da Nintendo. Algo inusitado, mas que surpreende, demonstrando a criatividade do grupo.

"Arrigo's History" funciona como uma homenagem (?) para o acordeonista da banda, Arrigo (ou Alexandre Garcia), contando a história de como cruzando o Atlântico, indo para a Irlanda, um homem tentou mudar sua difícil vida, e no final, ao melhor estilo irlandês, de saia, volta para o sertão. A faixa é uma das que apresenta um pouco do forró incrementando a boa performance instrumental dos músicos.

Não que a banda tente ser um Tankard, ou um Korpiklaani usando muito da temática "alcoólica", mas a faixa "O Véio Bêbado (O Porco)" é mais uma que trata do assunto com uma ótima e bem humorada letra. Usando da inteligência nas composições, "Eighties Reel" começa com "The Final Countdown" do Europe e evolui para uma melodia celta que puxa para o baião e depois ainda acrescenta um pouco de Michael Jackson na melodia. Costurando samples e criando uma música? Não. Criando uma nova identidade musical? Isso com certeza! O grupo sabe dosar o instrumental usado, o que gera diversas melodias surpreendentes e empolgantes!

A alegre "Surdos Nós Vamos Ficar" mostra uma das letras mais bem compostas no trabalho, com um dos trechos que cita que "Dizem que comer de mais faz mal/Pare de Comer/Dizem que beber de mais faz mal/Pare de beber/Dizem que fumar de mais faz mal/Pare de fumar/Se disserem que sexo de mais faz mal/Pare de escutar!"

O talento dos músicos é notável, tamanha a mistura de sons dos diferentes instrumentos usados, desde os tradicionais até clarinete e gaita. Não é fácil alinhar tais instrumentos com precisão e qualidade, e neste trabalho, isto é alcançado com maestria. Destaca-se ainda mais uma canção com título alcoólico bem sugestivo, "Piratas e Rum", assim como as engraçadas "O Quadrado" e "Malditos Gnomos".

A incorporação de ritmos brasileiros com a música celta deu ao Terra Celta a alcunha de possuir um dos álbuns mais engraçados e divertidos dos últimos anos, pois funciona mais como uma celebração aos ritmos citados de uma forma bem teatral e descontraída. Pegue sua caneca, encha de cachaça, traga o rum e ponha o Terra Celta para fazer a trilha sonora, que a diversão é garantida!

Faixas de "Folkatrua":

1. Ate O Ultimo Gole
2. Arrigo's History
3. Scotland The Brave
4. O Veio Bebado (O Porco)
5. Eighties Reel
6. Surdos Nos Vamos Ficar
7. Gravel Walk
8. O Quadrado
9. Home Sweet Home
10. Piratas E Rum
11. Irish Jigs
12. Malditos Gnomos

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Terra Celta"

SsemelhançaSsemelhança
Separados no nascimento: Lady Gaga e Eddie

OpiniãoOpinião
Headbangers não praticantes: radicalismo no Metal

Chris CornellChris Cornell
Relatório policial descreve últimas horas e morte

5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosMetal Progressivo: os dez melhores álbuns do estilo5000 acessosLista: as dez melhores músicas para se ouvir na estrada5000 acessosAndreas Kisser: "tocar com o 'Big Four' foi incrível"5000 acessosMetallica: Lady Gaga fez tatuagem imensa em homenagem à banda5000 acessosJ-Metal: Conheça algumas bandas da cena metal japonesa

Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online