Iluminato: A sensação de deja-vu permanece freqüente

Resenha - Reflections Of Humanity - Iluminato

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

7


Lá pela segunda metade dos anos 1990, após o Theatre Of Tragedy e Tristania intrigarem o mundo inteiro com seus álbuns, o que se viu foi uma verdadeira comoção de jovens bandas seguindo seus passos a ponto de saturar o cenário musical. O tempo correu, o segmento passou a gerar frutos em menor quantidade e agora temos o Iluminato, que se formou em 2010 no Rio de Janeiro e está lançando seu primeiro disco, "Reflections Of Humanity".

Primeiramente, é impressionante o nível de profissionalismo adotado por tantos grupos novatos do Brasil nos últimos anos. Os produtos são belíssimos e passíveis de motivo de reflexão por parte dos músicos gringos, e assim é o acabamento de "Reflections Of Humanity". Em termos musicais, o impacto pode não ter a mesma proporção, pois o fundador Pablo Ferreira e a cantora francesa Liz Demier tentam modernizar seu Metal Sinfônico e Gótico, mas a sensação de deja-vu permanece freqüente, o que pode vir a ser uma faca de dois gumes em relação à forma como o público virá a receber sua proposta.

publicidade

Ou seja, aqueles que procuram facetas distintas no estilo não terão muitos motivos para se ater ao Iluminato, mas o pessoal que aprecia os ícones poderão se orgulhar de uma banda estar fazendo um trabalho assim em terras tupiniquins. Todos os elementos – vozes guturais se contrapondo com os sopranos femininos (completo destaque por aqui!), distorção elevadíssima, samplers, orquestrações e todo um clima soturno permeando as canções – estão presentes de forma planejada e com um resultado eficazmente dramático.

publicidade

Desde a explosiva abertura "Helm Of Blindness" até a derradeira e curtinha balada "My Astral Home", o Iluminato conduz tudo com excelência. Um bom trabalho, tanto que o selo MS Metal Records apostou em seu nome e está liberando o disco oficialmente. Quem se sente atraído pelo início da carreira do Tristania, After Forever e Theatre of Tragedy pode conferir este disco! Agora, o tempo sempre soube selecionar os mais fortes... Potencial não falta, mas vamos ver o que o futuro reserva ao Iluminato.

publicidade

Contato:
http://www.iluminato.com/
http://www.myspace.com/IluminatoOfficial

Formação:
Liz Demier - voz
Pablo Ferreira - voz gutural e guitarra

Iluminato - Reflections Of Humanity
(2011 / MS Metal Records – nacional)

publicidade

01. Helm Of Blindness
02. Hypocrisy
03. Betrayed Soul
04. Howard Beale
05. Imperial Heart
06. Aurea
07. Diana Christensen
08. Hell
09. The Last Road
10. My Astral Home




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Blog Sutil Como Uma Granada: Musas do rock/metal nacionalBlog Sutil Como Uma Granada
Musas do rock/metal nacional


Woodstock: som ruim, gente demais e cheiro de fezes e urinaWoodstock
Som ruim, gente demais e cheiro de fezes e urina

Notas altas: as dez mais impressionantes do Heavy MetalNotas altas
As dez mais impressionantes do Heavy Metal


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin