Matérias Mais Lidas

Titãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de TitanomaquiaTitãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de "Titanomaquia"

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME

Como está hoje o casal que inspirou Eduardo e Mônica, da Legião UrbanaComo está hoje o casal que inspirou "Eduardo e Mônica", da Legião Urbana

Foo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a bandaFoo Fighters: a tocante opinião de Brian May (Queen) sobre a banda

Bruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atençãoBruce Dickinson, sem pensar duas vezes, revela pérola do Maiden que merece mais atenção

João Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redesJoão Gordo e Eloy Casagrande ironizam morte de Olavo de Carvalho nas redes

Lemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do RockLemmy e Joey Ramone: a forte e verdadeira amizade entre duas lendas do Rock

Steve Vai: Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como eleSteve Vai: "Eu não posso tocar como Yngwie Malmsteen; ninguém pode tocar como ele"

Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)Bruce Dickinson já fez show para um único ser humano (e ofereceu cerveja ao felizardo)

Nightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da bandaNightwish: a sincera opinião da ex-vocalista Anette Olzon sobre atual som da banda

Angra: brincadeira fez com que Andre Matos saísse da banda após Holy LandAngra: brincadeira fez com que Andre Matos saísse da banda após "Holy Land"

A carinhosa opinião de Chris Cornell sobre John LennonA carinhosa opinião de Chris Cornell sobre John Lennon

Punk contra a Rainha: o dia em que Freddie Mercury deu um enquadro em Sid ViciousPunk contra a Rainha: o dia em que Freddie Mercury deu um enquadro em Sid Vicious

Limp Bizkit: todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, em lista da Metal HammerLimp Bizkit: todos os álbuns da banda, do pior para o melhor, em lista da Metal Hammer

Confira o que disseram rockstars em suas últimas entrevistas antes de morrerConfira o que disseram rockstars em suas últimas entrevistas antes de morrer


Stamp

Bullet For My Valentine: Ouça e julgue por si mesmo

Resenha - Fever - Bullet For My Valentine

Por Marcos Garcia
Em 16/02/12

Tem dias em que este que vos escreve pergunta a si mesmo qual a motivação de tanta gente detestar a evolução que ocorre no Metal e seus subgêneros. Basta uma boa banda surgir com algo novo, mas longe dos padrões convencionais, que surgem alguns ‘gurus pseudo-intelectuais’ do Metal e ficam taxando as bandas como ‘falsas’, ‘oportunistas’ ou, no pior dos sintomas de histeria, bradam ‘isso não é Metal’. Este fenômeno é cíclico, pois muitos remanescentes dos anos 70 diziam isso da NWOBHM, do Power Metal, do Thrash, do Death e do Black, mas estes estilos perduraram e permanecem firmes até os dias de hoje, ao passo que muitas bandas de hoje continuam explorando a sonoridade setentista, ou seja, há espaço para todos sem distinção. A geração oitentista, em quase sua totalidade (aproximadamente 80% dos fãs) costuma fazer a mesma coisa com a geração dos anos 90, e por aí vai, em uma prática que se chama ‘transmissão da violência’, algo estudado por psicólogos e pedagogos, um resquício de nossas vidas familiares, ainda marcadas por uma hierarquia ditatorial derivada da mentalidade católica do Brasil Império que perdura até hoje. Mas em uma visão muito particular deste que vos escreve, tal mania de rotular algo como ‘certo’ e ‘errado’ deriva do processo de envelhecimento precoce ou de estagnação de pensamento, se prendendo a modelos e épocas que já acabaram e não voltarão nunca mais. O tempo e o devir não podem ser contidos ou impedidos em sua caminhada pela simples vontade humana, e o máximo que estes podem fazer é negar o valor dos mais jovens, como se para não abdicar de seu posto.

E uma das bandas mais atacadas atualmente, mas que tem ganhado projeção cada vez maior na cena mundial, é, sem sombra de dúvidas, o grupo BULLET FOR MY VALENTINE, adeptos de uma estilística metálica um pouco mais moderna, bem pesada, agressiva e melodiosa, que alguns convencionam chamar de ‘Metalcore’, ou seja lá o maldito rótulo que alguns queriam atribuir a eles, que mostram um ótimo trabalho em ‘Fever’, seu trabalho de 2010.

A produção visual é bem legal, feita em um tipo de arte que lembra pinturas em óleo, com uma gravura bem interessante. Já o tocante ao som, vemos uma primazia de limpeza e peso, pois cada um dos instrumentos está em seu devido lugar sem embolarem-se mutuamente, permitindo aos ouvintes ter a clara noção do que a banda toca, bem como expõe claramente as nuances que estão presentes em cada uma das onze músicas do CD, seja nos momentos mais agressivos, rápidos e pesados, sejam nos momentos mais melodiosos, empolgantes e amenos, ou nos em que ambas as facetas se mixam de forma bem homogênea. E com o detalhe de não deixar a banda perder peso em momento algum. Mas ao colocar o CD em seus aparelhos de som, tomem extremo cuidado ao ouvirem o disco, porque a banda vicia!

O CD é bem homogêneo como um todo no tangente às músicas, mantendo um nível muito bom o tempo todo, destacando-se a pesada, agressiva, melodiosa e grudenta ‘Your Betrayal’, onde os vocais dão um show de mudanças, fora as guitarras rascantes e a cozinha ter fôlego e peso bastante para mudar bastante os andamentos; ‘Fever’, já é uma faixa mais ‘in you face’, embora o andamento seja quase todo um pouco mais cadenciado e a voz lembra de longe Chuck Billy do TESTAMENT nos primeiros discos da banda, mesmas características vistas em ‘The Last Fight’, uma canção que mostra bumbos insanos, refrão e backings bem grudentos, embora as guitarras beirem o Thrash; a emotiva ‘A Place Where You Belong’, uma semi-balada muito bonita e com estilo; a quase ‘Maideniana’ ‘Alone’, uma música muito boa com guitarras muito bem sacadas, assim como ‘Breaking Out, Breaking Down’; a peso-pesado e agressiva (nos moldes da banda) ‘Dignity’, bem empolgante e que leva o ouvinte a agitar com extrema facilidade; ‘Begging for Mercy’, que segue o mesmo caminho da última, sendo ainda mais ríspida; e ‘Pretty on the Outside’, que apesar do peso e riffs fortes, tem forte apelo melódico e ‘feeling’ de sobra, fechando o CD com chave de ouro.

Um CD digno de uma ouvida com muita atenção, capaz de satisfazer o mais exigente fã, sem arrependimentos de ter pagado por ele, e que aqueles que possuem mente aberta irão gostar bastante. Já aqueles que possuem ‘convicções’ metálicas ostentadas em detrimento da própria satisfação vão continuar dizendo a mesma ladainha chata e que não se sustenta (quando comparada com a verdade) sempre, e um conselho aos neutros: deixem opiniões negativas de lado, ouça, julgue por si mesmo e garanta a sua cópia, pois a banda é muito boa.

Recomendado de olhos fechados.

Tracklist:
01. Your Betrayal
02. Fever
03. The Last Fight
04. A Place Where You Belong
05. Pleasure and Pain
06. Alone
07. Breaking Out, Breaking Down
08. Bittersweet Memories
09. Dignity
10. Begging for Mercy
11. Pretty on the Outside

Formação:
Matthew "Matt" Tuck – Vocais, guitarras
Michael "Padge" Paget – Guitarras
Michael "Moose" Thomas – Bateria
Jason "Jay" James - Baixo

Contatos:
http://www.bulletformyvalentine.com
https://www.facebook.com/BulletForMyValentine


Outras resenhas de Fever - Bullet For My Valentine

Bullet For My Valentine: ainda muito bom em sua proposta

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Vocalista do BFMV diz que se vacinar é a melhor coisa que a banda e a equipe podem fazerVocalista do BFMV diz que se vacinar é a melhor coisa que a banda e a equipe podem fazer

Os 10 melhores álbuns lançados em 2021, na opinião de Mateus RibeiroOs 10 melhores álbuns lançados em 2021, na opinião de Mateus Ribeiro

Vocalista do BFMV diz que se tornou headbanger por causa do Metallica e do Black AlbumVocalista do BFMV diz que se tornou headbanger por causa do Metallica e do "Black Album"

Metal: as 35 melhores músicas lançadas em 2021, segundo o staff do site LoudwireMetal: as 35 melhores músicas lançadas em 2021, segundo o staff do site Loudwire

Kill The Lights: banda de ex-integrantes do BFMV lança novo single, "Chasing Shadows"

Rock e metal: 7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (5/11) para você ouvirRock e metal: 7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (5/11) para você ouvir

Bullet For My Valentine: ouça o álbum autointitulado da banda, lançado nesta sexta-feira

Bullet For My Valentine: Matt Tuck explica como banda chegou na sonoridade do novo álbumBullet For My Valentine: Matt Tuck explica como banda chegou na sonoridade do novo álbum

Metal: 6 discos que serão lançados em novembro e merecem a sua atençãoMetal: 6 discos que serão lançados em novembro e merecem a sua atenção

Bullet For My Valentine: "lançaremos um disco raivoso"; ouça prévia da nova fase

Bullet For My Valentine: lançado vídeo oficial de Rainbow Veins, do próximo álbumBullet For My Valentine: lançado vídeo oficial de "Rainbow Veins", do próximo álbum

Lançamentos: 10 músicas de rock e metal desta semana que merecem destaqueLançamentos: 10 músicas de rock e metal desta semana que merecem destaque

Bullet For My Valentine: banda lança "Rainbow Veins", faixa do próximo álbum


Bullet For My Valentine: As 10 músicas que mudaram a vida de Matt TuckBullet For My Valentine: As 10 músicas que mudaram a vida de Matt Tuck

Bullet For My Valentine: a melhor música de cada álbum de estúdioBullet For My Valentine: a melhor música de cada álbum de estúdio

Bullet For My Valentine: depondo sobre masturbaçãoBullet For My Valentine: depondo sobre masturbação


Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia.