Van Halen: 25 anos da estréia de Sammy Hagar

Resenha - 5150 - Van Halen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Rogerio Hamam
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Faz 25 anos que o Van Halen estreava Sammy Hagar nos vocais com o lançamento do álbum “5150”, tentando fazer frente ao sucesso comercial da carreira solo de David Lee Roth, que montou uma super banda com Billy Sheehan no baixo e Steve Vai na guitarra. Podemos dizer que estamos diante de um duelo de titãs, pois o Van Halen acertou em cheio na escolha de seu novo frontmen.

3719 acessos1978: 70 discos de rock e metal lançados há 40 anos5000 acessosIron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

O título do álbum já é uma marca da descontração desta nova fase da banda, já que os números “5150” correspondem ao código médico que indica desordem mental com perigo para quem está por perto. Mais tarde Eddie Van Halen batizaria seu estúdio particular com o mesmo código.

O álbum abre com a ótima “Good Enough” e as boas vindas de Sammy Hagar com seu marcante grito - Hello Baby!. A música tem uma pegada bem hard rock e um desfile técnico de Eddie Van Halen com seu vasto repertório de efeitos. A segunda faixa “Why Can´t This Be Love”, mais pop e marcada por teclados, foi o hit mais bem sucedido do álbum, chegando a atingir a terceira posição da Billboard Hot 100. A acelerada “Get Up” destaca o trabalho de Alex Van Halen, e propositalmente foi incluída para não deixar ninguém sentado.

Outro destaque é para a bela “Dreams” com clima AOR sob medida para a voz de Sammy Hagar, também teve freqüente execução em rádios e seu vídeoclip constantemente veiculado na MTV. “Summer Nights” resgata a alegria da banda com um riff grudento e mais uma incrível combinação dos vocais com a condução magistral da guitarra, como se já se conhecessem há muitos anos. “Best Of Both Words” também era presença obrigatória nos shows da banda e tem uma pegada contagiante.

“Love Walks In” talvez seja a mais bela canção romântica da banda, conta com uma inspirada melodia e um excepcional solo de guitarra cheio de feeling. A música também esteve presente nas 100 mais da Billboard, tornado-se tema de muitos casais da geração 80. Os riffs de guitarra voltam com força na música tema do álbum “5150” e preparam o ouvinte para a descompromissada “Inside” que libera a banda de padrões convencionais de uma composição e abre espaço para improvisos e destaca a competência musical dos integrantes.

Apesar da polêmica com a substituição de David Lee Roth, o lendário frontmen da formação clássica da banda, “5150” foi o primeiro álbum do Van Halen a chegar ao topo do ranking de vendas.

1. Good Enough
2. Why Can´t This Be Love
3. Get Up
4. Dreams
5. Summer Nights
6. Best Of Both Worlds
7. Love Walks In
8. 5150
9. Inside

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Outras resenhas de 5150 - Van Halen

1726 acessosVan Halen: em "5150", uma banda mais compacta e divertida


Van HalenVan Halen
Não seja doidão, garanta seu ganha pão

3719 acessos1978: 70 discos de rock e metal lançados há 40 anos2045 acessosFabio Lima: 10 músicas famosas de Rock que usam violão1371 acessosSammy Hagar: "não posso falar nada de ruim sobre o Van Halen"1057 acessosVan Halen: Ouça teaser do álbum solo de Wolfgang Van Halen0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Capas GêmeasCapas Gêmeas
As infelizes coincidências nas artes dos álbuns

The Black KeysThe Black Keys
Baterista Patrick Carney detona o Van Halen

Van HalenVan Halen
As 10 melhores faixas da banda segundo o Watchmojo.com

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"


Iron MaidenIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

Capas clássicasCapas clássicas
Os locais onde foram feitas nos dias de hoje

5000 acessosSlash: Ele drogou mãe de namorada para transar com a filha5000 acessosRolling Stones: o dia em que Keith Richards tentou esfaquear Donald Trump5000 acessosRoadrunner: capa do Sepultura entre as mais marcantes5000 acessosSlash: guitarrista fala sobre Jimi Hendrix5000 acessosIron Maiden: de Somewhere in Time até hoje, reminiscências que causam delírio5000 acessosBlack Sabbath: Rubin explica por que queria Ginger Baker

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Rogerio Hamam

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.