Van Halen: 25 anos da estréia de Sammy Hagar

Resenha - 5150 - Van Halen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rogerio Hamam
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Faz 25 anos que o Van Halen estreava Sammy Hagar nos vocais com o lançamento do álbum “5150”, tentando fazer frente ao sucesso comercial da carreira solo de David Lee Roth, que montou uma super banda com Billy Sheehan no baixo e Steve Vai na guitarra. Podemos dizer que estamos diante de um duelo de titãs, pois o Van Halen acertou em cheio na escolha de seu novo frontmen.
5000 acessosTop 20: os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR5000 acessosCristina Scabbia: cantora fala sobre seus seios e Playboy

O título do álbum já é uma marca da descontração desta nova fase da banda, já que os números “5150” correspondem ao código médico que indica desordem mental com perigo para quem está por perto. Mais tarde Eddie Van Halen batizaria seu estúdio particular com o mesmo código.

O álbum abre com a ótima “Good Enough” e as boas vindas de Sammy Hagar com seu marcante grito - Hello Baby!. A música tem uma pegada bem hard rock e um desfile técnico de Eddie Van Halen com seu vasto repertório de efeitos. A segunda faixa “Why Can´t This Be Love”, mais pop e marcada por teclados, foi o hit mais bem sucedido do álbum, chegando a atingir a terceira posição da Billboard Hot 100. A acelerada “Get Up” destaca o trabalho de Alex Van Halen, e propositalmente foi incluída para não deixar ninguém sentado.

Outro destaque é para a bela “Dreams” com clima AOR sob medida para a voz de Sammy Hagar, também teve freqüente execução em rádios e seu vídeoclip constantemente veiculado na MTV. “Summer Nights” resgata a alegria da banda com um riff grudento e mais uma incrível combinação dos vocais com a condução magistral da guitarra, como se já se conhecessem há muitos anos. “Best Of Both Words” também era presença obrigatória nos shows da banda e tem uma pegada contagiante.

“Love Walks In” talvez seja a mais bela canção romântica da banda, conta com uma inspirada melodia e um excepcional solo de guitarra cheio de feeling. A música também esteve presente nas 100 mais da Billboard, tornado-se tema de muitos casais da geração 80. Os riffs de guitarra voltam com força na música tema do álbum “5150” e preparam o ouvinte para a descompromissada “Inside” que libera a banda de padrões convencionais de uma composição e abre espaço para improvisos e destaca a competência musical dos integrantes.

Apesar da polêmica com a substituição de David Lee Roth, o lendário frontmen da formação clássica da banda, “5150” foi o primeiro álbum do Van Halen a chegar ao topo do ranking de vendas.

1. Good Enough
2. Why Can´t This Be Love
3. Get Up
4. Dreams
5. Summer Nights
6. Best Of Both Worlds
7. Love Walks In
8. 5150
9. Inside

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

434 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

KissKiss
A relação de Gene Simmons com o Van Halen

Temperatura MáximaTemperatura Máxima
Músicas ideais para a "Hora H"

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

Cristina ScabbiaCristina Scabbia
Cantora fala sobre seus seios e Playboy

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Comendo oferenda de macumba no Rock in Rio I

Black MetalBlack Metal
O cotidiano fascinante dos fãs adolescentes

5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos5000 acessosFotos de Infância: Pantera5000 acessosRoger Moreira: resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde5000 acessosDoro Pesch: valorizando a vida por ter morrido na cadeia5000 acessosMegadeth: será que Dave Mustaine voltaria para o Metallica?5000 acessosPaul Gilbert: o Metallica acabou com o Blues no Metal

Sobre Rogerio Hamam

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online