Morbid Angel: "Illud Divinus..." é uma Incontinência Anal

Resenha - Illud Divinus Insanus - Morbid Angel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Plínio Alves, Fonte: Polêmico Rock
Enviar Correções  

2


Algumas coisas você precisa esperar o tempo passar, pra não sair descontando a raiva nos ouvidos ALHEIOS. Porém, o ódio continua. Como um fã de Morbid Angel, a raiva não passou.

publicidade

Enfim. Illud Divinus Insanus não tem nada de divino, e muito menos de insano. Parece que David Vincent quis revolucionar o modo de escrever música: com o CU. Pela capa, que lembra o Covenant, terceiro álbum da banda, parece que tudo vai correr bem. Não é julgar o livro pela capa, mas se trata de Morbid Angel. Depois da introdução de "Omni Potens", vem a decepção. "Too Extreme" não tem nada de extremo. Se trata apenas de uma música eletrônica ESCROTA. Enfim, muita porcaria pra um CD só.

publicidade

O grande problema, é que as pessoas elevaram muito as expectativas, pra depois cair de cara no CHAPISCO. Óbvio. Enfim, o álbum ainda tem a "Existo Vulgore", "Nevermore", e "I am Morbid", que se tratam de músicas boas. BOAS apenas. Se o Morbid Angel tivesse lançado um EP com quatro ou cinco músicas, não teria sido essa INCONTINÊNCIA ANAL toda nos tímpanos alheios. Portanto, confesso que fiquei chateado com o rumo tomado pelo Morbid Angel. ENFIM. Para aqueles que tanto criticaram os últimos três álbuns da banda, e o vocalista Steve Tucker, agora pode enfiar o Illud Divinus Insanus em seus respectivos CUZES. Amém.

publicidade

Escala de Notas:
Nota 666 - Você jamais chegará aqui
Nota 10 - Deus do Metal
Nota 9 - Promissor
Nota 8 - Satã esta feliz por você
Nota 7 - Excelente
Nota 6 - Bom
Nota 5 - Entre "bom" e "precisa melhorar"
Nota 4 - Desce quadrado
Nota 3 - Você NÃO conseguirá sua passagem para o INFERNO tocando deste jeito
Nota 2 - Lastimável
Nota 1 - HARMONIA do Samba
Nota 0 - Acidente Vascular Cerebral

publicidade


Outras resenhas de Illud Divinus Insanus - Morbid Angel

Morbid Angel: Talvez seja a grande decepção de 2011



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sarcófago: Rotting é relançado no Brasil com DVD bônus


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1989

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL


Lemmy: tatuagens, política, strippers e atrizes pornôLemmy
Tatuagens, política, strippers e atrizes pornô

Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?


Sobre Plínio Alves

Plínio Alves, formado em Administração de Empresas, blogueiro nas horas vagas. O primeiro contato com o Heavy Metal se oficializou aos 11 anos de idade com um um CD do Nirvana, "Nevermind". Depois deste marco, a paixão pela música pesada se desencadeou de forma bem natural e prazerosa. Dois anos depois, estarrecido com o som pesado e provocador de bandas de Death e Black Metal, se tornou um fã de carteirinha do estilo. Embora seja fã de estilos específicos, declara ter afinidade com qualquer rótulo musical dentro do Heavy Metal, sem preconceito algum. Duas bandas que resumem sua vida: Alice in Chains e Deicide. Os demais textos do autor podem ser vistos no blog Polêmico Rock.

Mais matérias de Plínio Alves no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin