Resenha - Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos - Brutal Morticínio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E vindos do Rio Grande do Sul (novidade...), a Brutal Morticínio apresenta um death metal old school (novidade II...), podrão, porradaça (novidade III...) e cantado em português (aí sim, novidade mesmo!). Trata-se do primeiro full-length dos gaúchos, que já chegam de sola no cenário extremo nacional.

Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estradaMTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

Pois é, os caras mostraram atitude e lançaram "Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos" na raça, uma atitude louvada e audaciosa em se tratando de mercado nacional.

A verdade é que o som dos caras apresenta aqui e ali algumas pitadas black, como riffs melódicos, além do vocal que remete um pouco ao estilo e até algumas levadas de bateria que lembram o lado mais cru do metal do capeta.

Após a bela introdução, "A Escuridão Me Conforta" entra na desgraceira sem dó. A bateria não chega de fato a ser um blast beat, mas ainda assim é veloz. "Banho de Sangue", assim como "A Eterna Marcha da Devastação", é mais trabalhada e tem um lado obscuro em sua execução.

"Estúpido e Podre Homem Branco Cristão" é a que apresenta seu maior lado black metal, como exposto no outro parágrafo. Uma música muito bonita e profunda. Depois vem a densa instrumental "Embarcações da Morte", toda tocada no órgão e provocando arrepios. Muito foda!

A sexta faixa é "E a Morte Triunfa..." tem uma levada mais cadenciada, comandada pelos bumbos duplos que praticamente não descansam em toda a composição. As metralhadoras no inicio de "Batalhão de Extermínio" anunciam uma composição violenta e inspirada, movida a riffs e ritmos velozes. É o destaque do disco.

E quase na mesma amosfera de "Embarcações da Morte", o disco é encerrado com "A Longa Noite dos Corvos (Civilização Cristã)", também bela e tensa. Você parece sentir a energia negativa da música.

A Brutal Morticínio não tem nada de novo em seu som, mas no que se propõe, dá conta do recado. Apenas a gravação do material, que é apenas mediana, prejudica um pouco o trabalho. Entretanto, não é algo que tire o brilho da banda. Eles já mostraram a que vieram, e se continuarem assim, em breve estarão entre as grandes do Brasil.

Para a nossa sorte, o pessoal forneceu link para download gratuito de "Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos". Bom deleite!

Download:
http://www.mediafire.com/?nu4lmdmjjzo

Brutal Morticínio - Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos
Independente - 2008 - Brasil
http://www.myspace.com/brutalmortis

1. A Escuridão Me Conforta 06:53
2. Banho de Sangue 02:17
3. A Eterna Marcha da Devastação 06:08
4. Estúpido e Podre Homem Branco Cristão 03:49
5. Embarcações da Morte 03:05
6. E a Morte Triunfa... 02:42
7. Batalhão de Extermínio 07:10
8. A Longa Noite dos Corvos (Civilização Cristã) 01:36
Total: 33:40


Outras resenhas de Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos - Brutal Morticínio

Brutal Morticínio: O primeiro despertar




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Brutal Morticinio"


Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estradaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineIron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo BrasilRob Halford: "Sou uma relíquia no altar do metal"Axl Rose: qual a cerveja preferida do vocalista?

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.