RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemBruce Dickinson explica como cuida de sua voz

imagemDio sobre ocultismo: "Aprendi há muito tempo que não se mexe com espíritos"

imagemO hit da Legião Urbana que ditadura censurou apesar de mensagem antidroga

imagemRússia pede para que Roger Waters fale com a ONU sobre a situação da Ucrânia

imagemTommy Lee posta (mais um) nude em suas redes sociais

imagemOpeth: Mikael Akerfeldt se interessa por Elis Regina em loja de disco de SP

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemMegadeth vai transmitir show que será realizado no Japão


Def Leppard Motley Crue 2

Adrenaline Mob: Heavy Metal atual, cheio de energia e peso

Resenha - Adrenaline Mob - Adrenaline Mob

Por Ricardo Seelig
Postado em 29 de agosto de 2011

Nota: 8

Quando for ouvir o Adrenaline Mob tenha uma coisa em mente: o som do grupo não tem nenhum dos elementos progressivos que sempre estiveram presentes na música do Dream Theater, banda fundada pelo baterista Mike Portnoy. Ao lado de Portnoy no Adrenaline Mob estão o ótimo vocalista Russell Allen (Symphony X), os guitarristas Mike Orlando e Rich "The Duke" Ward (Stuck Mojo, Fozzy) e o baixista Paul DiLeo, e o quinteto executa um heavy metal atual, repleto de energia e peso.

A curiosidade e expectativa em relação às primeiras composições próprias do quinteto eram imensas. A divulgação de um vídeo com a banda tocando uma estupenda versão da clássica "The Mob Rules", do Black Sabbath, só fez a espera ficar ainda mais demorada. Mas e daí, vale a pena? Pra que lado vai o Adrenaline Mob? Como é a banda? Vale o play? Olha meu amigo, vale, e muito!

"Adrenaline Mob EP" tem apenas cinco faixas – quatro inéditas e o já citado cover do Black Sabbath. As músicas próprias são heavy metal de alto quilate turbinados pela adição de sutis e certeiros elementos que tornam o som do quinteto extremamente atual. O principal responsável por isso, ao contrário do que se poderia pensar, não é Portnoy, mas sim o outro Mike da banda. Mike Orlando é um guitarrista fenomenal, e que no Adrenaline Mob encontrou o terreno perfeito para explorar toda a sua criatividade e talento. Amparado pelas bases seguras do competentíssimo Rich Ward, Orlando escreve um capítulo à parte com a sua guitarra nesse EP, colocando os holofotes sobre si e, de certa forma, ofuscando o integrante mais famoso do conjunto.

Esse mesmo raciocínio vale para Russell Allen. Todo mundo que acompanha o Symphony X sabe que Allen é um vocalista excepcional, e aqui ele reafirma, de novo e mais uma vez, o quanto é diferenciado. Seguindo a linha do que tem feito nos últimos discos do Symphony X, Russell canta de forma agressiva, soando como uma espécie de Ronnie James Dio décadas mais jovem – o que ele faz em "The Mob Rules" deixaria o falecido Dio orgulhoso, com certeza absoluta.

Falando exclusivamente de Mike Portnoy, que é o motivo principal pelo qual a maioria das pessoas irão ouvir o Adrenaline Mob, o baterista surge de forma diferente em seu novo grupo. Ao invés da exuberância percussiva característica do Dream Theater, o que temos aqui é um trabalho de bateria mais direto, centrado nas composições e não tanto em exibições individuais muitas vezes gratuita. Portnoy parece mais focado na banda, usando toda a sua impressionante e reconhecida técnica para tornar as faixas ainda mais atraentes e pesadas. Estamos falando daquele que muitos consideram, com justiça, o melhor baterista de sua geração, e em seu novo grupo Mike Portnoy mostra que é capaz de se reinventar, tocando de uma maneira bastante diferente daquela que estávamos acostumados a ouvir no Dream Theater.

O que dá pra sentir nesse EP é que o Adrenaline Mob promete, e bastante. Formado por cinco excelentes músicos – sendo que os dois Mikes são verdadeiros fenômenos em seus instrumentos -, o grupo apresenta um sólido trabalho de composição em sua estreia, o que, aliado à performance inspirada e um tanto selvagem de todos, resulta em um disquinho pra lá de competente. Entre as faixas inéditas, todas muito interessantes, as minhas preferidas são "Believe Me", com ótimas variações vocais de Russell Allen, e "Hit the Wall".

Produzido por Russell Allen e mixado por Mike Orlando, o EP de estreia do Adrenaline Mob aponta para um futuro promissor, e que será conferido em sua plenitude no primeiro álbum do grupo, previsto para o primeiro semestre de 2012. Porém, após ouvir as suas faixas, fica uma certeza: quem estava esperando algo na linha do Dream Theater irá se decepcionar, pois o som do Adrenaline Mob não tem nada a ver com a antiga banda de Portnoy.

Pessoalmente gostei bastante, e não vejo a hora de ouvir o álbum completo!

Faixas:
Psychosane – 4:39
Believe Me – 3:58
Hit the Wall – 6:27
Down to the Floor – 3:46
The Mob Rules – 3:17


Outras resenhas de Adrenaline Mob - Adrenaline Mob

Resenha - Adrenaline Mob - Adrenaline Mob

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Mike Portnoy e Vinny Appice: assista duelo de bateria

Wikimetal: Os melhores álbuns da última década

Portnoy: "Não precisa de uma calculadora para se divertir"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.
Mais matérias de Ricardo Seelig.