Tierra Santa: explorando a consagrada faceta épica

Resenha - Caminos De Fuego - Tierra Santa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Formado em 1997, o Tierra Santa é um veterano na cena da Espanha e frequentemente lembrado pelos amantes do Power Metal, inclusive já tendo conquistado uma boa fatia do público aqui das Américas. Assim, após um hiato que se estendeu por quatro anos, o conjunto está lançando seu oitavo álbum de estúdio, "Caminos de Fuego", que, como não poderia deixar de ser, se mantém fortemente ligado ao tradicionalismo do gênero.

"Caminos de Fuego" segue com boa parte daquela velocidade típica da musicalidade do Tierra Santa, e continua-se explorando a consagrada faceta épica que tornou sua proposta tão apreciada mundo afora. Mas, ainda assim, esses anos de ócio não foram suficientes para recarregar positivamente as energias dos espanhóis... A criatividade não parece estar em sua melhor fase e o resultado são várias composições burocráticas, com um forte apelo vocal, mas desprovidas do necessário poder que as guitarras deveriam oferecer.

publicidade

Então, este pode ser considerado um disco ruim? Absolutamente não. Tanto que, nesse panorama elegantemente previsível, o Tierra Santa procurou oferecer um repertório de considerável espectro e emplacou faixas relevantes como "La Leyenda del Holandés Errante", dona de ótimas melodias; "El Ejército de las Tinieblas" também se destaca pela velocidade, e ainda "El Fin de los Dias", talvez o melhor exemplo de uma banda em sintonia, com ótimas guitarras e teclados bem encaixados.

publicidade

"Caminos de Fuego" é um disco importado - pero no mucho! - pois a Hellion Records está disponibilizando-o em território brasileiro por um preço bastante aprazível. Assim, mesmo que não venha a corresponder às expectativas de parte do público, este trabalho possui como méritos ser muito bem tocado e dono de uma produção cristalina, merecendo a chance de ser conferido pelos amantes do Power Metal repleto de temas históricos e mitológicos, e sempre cantados em espanhol.

publicidade

Contato:
http://www.tierra-santa.es
http://www.myspace.com/tierrasantaweb

Formação:
Ángel San Juan - voz e guitarra
Arturo Morras - guitarra
Roberto Gonzalo - baixo
Mikel G. Otamendi - teclados
David Karrika - bateria

publicidade

Tierra Santa - Caminos de Fuego
(2010 / Maldito Records - nacional)

01. Caminos de Fuego
02. La Leyenda del Holandés Errante
03. Reina de Egipto
04. Arde Babilonia
05. Libre
06. Ejercito de las Tinieblas
07. Para Siempre
08. La Voz del Destino
09. El Fin de los Dias
10. Eterna y Sagrada

Nota: 07




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

Ozzy Osbourne: dando chega mais em Mônica Apor na coletivaOzzy Osbourne
Dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin