Offal: Fazendo jus ao Old School Death Metal

Resenha - Macabre Rampages and Splatter Savages - Offal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Nesse segundo full-length, a Offal, que se auto-intitula old school Death Metal, faz mesmo jus ao gênero. Após várias mudanças de formação, firmaram um line up que conseguiu construir músicas bem concisas. O que temos aqui é um death metal predominantemente lento, mas com várias passagens velozes, que contudo raramente chegam aos blast beats na bateria.
5000 acessosGuns N' Roses: o "Chinese Democracy" que você nunca viu5000 acessosZakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarrista

As músicas não trazem nada de novo ao estilo. Eles fazem um som básico, meio quadradão, mas reforço aqui, faz parte da proposta do conjunto, que é executar um som extremo típico de bandas do final dos anos 80/começo dos anos 90 (o release deixa bem claro a principal influência: Autopsy!!!). Há espaço para poucos e simples solos, mas bem encaixados nas estruturas das músicas.

Já as letras têm temática gore, completamente inspiradas em grandes clássicos do cinema trash mundial, e que ficam ainda mais evidenciadas nas várias introduções retiradas de trechos dessas obras audiovisuais. Entretanto é interessante perceber que a Offal tem seu diferencial nas músicas instrumentais, que somam quatro das doze do disco. A que abre o CD, e leva o nome da própria banda, já envolve o ouvinte e o prepara para o massacre que se seguirá por todo o trabalho. Outra belíssima instrumental é “Deep Red – The Blood is Running Cold”, mostrando uma face de certo modo mais obscura da Offal. E o álbum fecha com “Terrore in Giallo” – essa com um clima de pura angústia.

Quanto às músicas cantadas, a melhor é “Death’s Curse”, a mais porrada e bem trabalhada do CD. No geral, chama muita atenção a ótima gravação, que deixou todo o instrumental bem audível e extremamente pesado. É talvez o maior destaque do trabalho.

Deve-se também dar os devidos méritos ao excelente trabalho do vocalista André Luiz, assustadoramente gutural, mas totalmente inteligível. Quanto ao encarte, é simples, mas completo, com uma capa bem trabalhada.

Um álbum que satisfará fãs de metal extremo bem tradicional, daqueles que não esperam nada de inovações no estilo.

Offal – Macabre Rampages and Splatter Savages
Black Hole Productions - 2010 - Brasil

FAIXAS:
1. Offal 02:01
2. Feast For The Dead 05:02
3. Trial Of The Undead 04:53
4. Putr-essence 02:31
5. The Eye-gouging 00:47
6. The Cold Grips Of Death 03:50
7. Flesh Freak 00:56
8. Mortuary Waste 05:38
9. Onslaught Of Dismemberment 03:03
10. Deep Red - The Blood Is Running Cold 03:23
11. Death´s Curse 03:46
12. Terrore In Giallo 02:54

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Offal"

Guns N RosesGuns N' Roses
O "Chinese Democracy" que você nunca viu

Zakk WyldeZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista

ReligiãoReligião
Top 10 citações sobre Deus e o Diabo

5000 acessosAlfabeto do Rock: as 15 melhores músicas de Metal5000 acessosMax Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros5000 acessosOzzy Osbourne: "Eu detesto a expressão Heavy Metal!"5000 acessosFotos: e se o Slash aparecer acenando no fundo?5000 acessosZakk Wylde: "Randy Roads estava a frente de todos"5000 acessosAvenged Sevenfold: "Não somos mais a banda da MTV que usava maquiagem"

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online