Survive: Excelente metalcore cristão histórico do Acre

Resenha - Destroy And Revolutionize - Survive

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Já era hora de um álbum completo! Tendo iniciado suas atividades em 2006, no distante Acre, o Survive já participou de inúmeros festivais ao norte e nordeste do país, mas a melhor parte de seu currículo foi ter chegado às finais do concurso Wacken Metal Battle Brasil em 2008 e 2010, ocorridas na capital paulista. Ou seja, é um dos mais promissores nomes entre os grupos emergentes do Brasil.

Se o EP "Days Of Agony" (09) possibilitou que o Survive continuasse mostrando seu agressivo Metalcore, é com a tão aguardada estreia que os acreanos se mostram prontos para alçar maiores vôos. Sua música segue por caminho realmente violentos – nada de vocalizações limpas por aqui, a coisa funciona na base de ótimos urros aterradores mesmo – ao lado de bases velozes ou cadenciadas, devidamente pontuadas por melodias oferecidas pelas guitarras.

publicidade

E toda a fúria de sua música se contrasta com o conteúdo lírico, pois o Survive é formado por cristãos confessos que possuem grande preocupação em não somente transmitir mensagens positivas que valorizem a ética e bons costumes, mas também em contar fatos históricos, abordando a Revolução Acreana (1899 - 1903), cujo término deu origem ao estado do Acre como o conhecemos.

publicidade

Com a produção e mixagem de Karim Serri (Seven Angels) e a masterização de Heros e Pompeu (Korzus) oferecendo um áudio de primeira, tudo em "Destroy And Revolutionize" revela um acabamento realmente profissional, o que continua contando muito, mesmo em plena era dos downloads. Esta versão saiu no formato SMD (semi-metalic disc).

Os músicos estão investindo no que acham que seja o melhor para sua carreira, dando um grande salto ao deixar suas famílias e fazendo de Curitiba (PR) sua nova base. As chances do Survive certamente aumentam consideravelmente com esse feito. Em suma, com uma sonoridade ainda não muito explorada pelas bandas nacionais, o Survive apresenta inúmeras possibilidades para conquistar o público que aprecia sons mais atuais como o Unearth, As I Lay Dying, The Black Dahlia Murder e similares.

publicidade

Contatos: www.myspace.com/surviveband

Formação:
Max Dean - vox
Renan - guitarra
Joselio - guitarra
Heryc - baixo
Renato Piauhy - bateria

Survive - Destroy And Revolutionize
(2010 / financiado pela Fundação Elias Mansour - nacional)

01. Destroy And Revolutionize
02. Dark Paths
03. Alive Sacrifice
04. It Died
05. Days Of Agony
06. Son Of God
07. Without Fight
08. Death Squad
09. Degraded Ecosystem
10. It´s Time To Kill

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Punk Rock: seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabeloPunk Rock
Seja feio, beba muito, e nunca penteie o cabelo

Metallica: Veja como fica seu nome com o formato do logo da bandaMetallica
Veja como fica seu nome com o formato do logo da banda


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin