Dimensões Distorcidas: psicodelia em meio a Heavy Metal

Resenha - Pirata - Dimensões Distorcidas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É, passou-se mais de uma década se dedicando ao underground baiano, liberando "Devastando Ilusões" (00) e "Dimensões Distorcidas" (08) e tocando em bares e festivais de sua região com suas escandalosas indumentárias típicas dos corsários que infestavam os mares há alguns séculos... Pois bem, após dois anos de seu último registro, os caras estão chegando com seu mais novo EP, apropriadamente batizado como "Pirata".

Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletHá quem goste: As 10 bandas mais odiadas do universo

São quatro faixas que, num primeiro momento, podem chocar por soarem tão cruas, em especial pelas vocalizações rouquíssimas de Yelo... Mas, se o ouvinte der a devida chance, observará uma banda investindo em arranjos que podem ser considerados requintados e com impensáveis passagens psicodélicas em meio a seu Heavy Metal de tendências extremas.

Tudo soa datado, oitentista mesmo, mas toda a experimentação possui coesão e homogeneidade, em especial "Andrômeda" (com a participação de Júlio Nikuri, vocalista do Fullminant) e "Enigma Macabro", tão delirantemente sóbria. Ponto positivo para as inspiradas e contestadoras letras, que se aproximam das poesias e urradas em português, abordando temas como a pirataria, consumismo, existencialismo e a magia.

Musicalmente o quarteto faz por merecer muitos elogios, pois possuem segurança ao proporcionar o clima meio atormentador que suas canções exalam. Um EP que mostra mais um pouco da força criativa e versatilidade do cenário musical nordestino. Se o leitor for um devoto das raízes do rock pesado brasileiro, fica a recomendação de conferir o Dimensões Distorcidas!

Contato:
http://www.myspace.com/dimensoesdistorcidas

Formação:
Yelo - voz
Guhh - guitarra
Miaghui - baixo
Tokinho - bateria

Dimensões Distorcidas - Pirata
(2010 / CD-Demo - nacional)

01. Andrômeda
02. Enigma Macabro
03. Escuridão Espontânea
04. Fúria Saturada




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dimensões Distorcidas"


Mascotes do Metal: os dez maiores segundo The GauntletMascotes do Metal
Os dez maiores segundo The Gauntlet

Há quem goste: As 10 bandas mais odiadas do universoHá quem goste
As 10 bandas mais odiadas do universo

Glen Benton e Euronymous: a verdade sobre o encontroGlen Benton e Euronymous
A verdade sobre o encontro

Mike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusMike Portnoy: trolls de internet tem culpa no suicídio de Cornell e ChesterSteve Grimmett: o quinto colocado para substituir Bruce

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.