Warforged: banda de um homem para fãs de extremo

Resenha - Black Age of Light's Fall - Warforged

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Ver Acessos


O Black Metal brasileiro tem se destacado por cada vez mais gerar bandas com enfoque na velha escola, ou seja, bandas que seguem a linha mais raiz do Black Metal, evocando bandas que se destacaram entre os anos de 1988 e 1991, mas com certas nuances mais atuais, ou seja: estas bandas criam algo ríspido, cru e agressivo, mas com gravações mais limpas e até mesmo algumas melodias, enriquecendo seu trabalho e mostrando a força do Metal Nacional, tão maltratado por muitos fãs e ignorado pela grande mídia.

Alice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de Champignon

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Do Paraná, terra que já deu bandas como EVIL WAR, MURDER RAPE, INSANE DEVOTION e outras de destaque, vem o WARFORGED, uma banda de um homem só que é capitaneada por Daeroth Inglorion, que acaba de lançar seu primeiro full CD, "The Black Age of Light's Fall", que tem muito a oferecer aos ouvintes e fãs dos estilos mais extremos.

Gravado entre Dezembro de 2008 e Agosto de 2010, fruto da vontade férrea de seu líder, o CD possui a apresentação visual em si bem simples, mas bem feita e digna de nota, uma vez que evoca a essência do estilo, e recordo a todos as dificuldades de fazer um trabalho totalmente independente no Brasil não são poucas (e muito menos desconhecidas do público). A produção sonora é tão simples quanto a visual, mas bem cuidada e de bom gosto, permitindo que o ouvinte não deixe de ouvir todos os instrumentos e que ao mesmo tempo, não descaracteriza o Black Metal.

Uma introdução de teclados inicia a faixa "Symphony of Discord", uma faixa que mostra bem o que a banda oferece, uma faixa bem crua e seca, mas com melodias em seu andamento, o que recorda a musicalidade de bandas como BLOOD STORM, especialmente em seu primeiro CD, com um solo muito bom. "The Order of the Black Thrones" segue a mesma linha da anterior, mas sem ser uma cópia ou dar aquela impressão de 'mais do mesmo' tão comum que temos hoje em dia ao ouvir alguns CDs. Seguindo, temos "The Wrath of Nepharious Angels", que tem um andamento empolgante, fora que ela fica cadenciada em certos momentos, permitindo que as melodias soturnas fiquem ainda mais evidentes, trazendo a o clima sombrio do ANCIENT da era Starvalvheim. É de dar lágrimas nos olhos tamanha competência.

"Impure Blood in the Chalice of Life" é um pouco mais rápida, naquele clima Norway Old School saudoso de 1991, com muitas guitarras limpas e um solo melodioso climático, e "The Last Journey Through the Gates of Death" mantém os mesmos elementos, só sendo um pouco mais variada e longa. Em seguida, vem a faixa-título, que é assustadora, de tão soturno e belo que é seu andamento, com vocais rasgados agressivos e guitarras melodiosas, tanto em seus momentos mais rápidos quanto nos mais lentos, em crescendos agressivos e empolgantes. Fechando o CD, um outro soturno e tenebroso, "Beyond the Veil of Purity", feito com teclados e guitarras limpas.

Um ótimo CD, sem sombra de dúvidas, que vale a pena ser ouvido muitas e muitas vezes, um deleite para os fãs de Metal bem feito e que não se importa com subdivisões.

O CD está disponível para download no blog da banda (http://warforgedhorde.blogspot.com), baixe, ouça e apoie a cena nacional comprando, pois isso incentiva as bandas a continuarem.

Tracklist:
01. Symphony of Discord
02. The Order of the Black Thrones
03. The Wrath of the Nefairous Angels
04. Impure Blood in the Chalice of Life
05. The Last Journey Through the Gates of Death
06. The Black Age of Light's Fall
07. Behind the Veil of Purity




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Warforged"


Alice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?Alice In Chains
Seria essa a última foto de Staley com vida?

Tico Santa Cruz: um comovente texto sobre suicídio de ChampignonTico Santa Cruz
Um comovente texto sobre suicídio de Champignon


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336