Matérias Mais Lidas

imagemTitãs: traído, o baterista destruiu o quarto; Paulo Ricardo viu na TV a traição

imagemPaulo Ricardo e a loucura em hotel nos anos 1980: "Eu já tinha perdido o pudor!"

imagemCinco discos de heavy metal para ouvir sem pular nenhuma faixa

imagemO maior álbum de todos os tempos, na opinião do saudoso Ronnie James Dio

imagemMetallica: se você achou caro o pacote do Titãs, fuja dos preços da turnê de Hetfield & Cia

imagemWandinha, da Netflix, resgata banda icônica do Rock em canção com letra sacana

imagemO curioso ritual do Fleetwood Mac antes de subir ao palco, revelado por Christine McVie

imagemGene Simmons relembra como passagem pelo Brasil levantou o Kiss em 1983

imagemMarko Hietala anuncia retorno ao mundo da música e fãs pedem volta ao Nightwish

imagemPor que Bono é odiado por muitos mas sobrevive a tanto hate? Regis Tadeu analisa

imagemMatt Sorum: ex-baterista do Guns N' Roses conta porque não deseja voltar à banda

imagemBandas de rock que lançaram poucos discos, mas continuam fazendo muito sucesso

imagemCinco músicos que nunca voltarão para as bandas que os consagraram

imagemIggor Cavalera diz que o metal às vezes é muito conservador

imagemKiko Zambianchi foi proibido de ir no Silvio Santos após apresentador errar seu nome


Stamp
Summer Breeze

Alice in Chains: após o lançamento do aclamado "Dirt"

Resenha - Jar Of Flies - Alice in Chains

Por Thiago Pimentel
Postado em 13 de setembro de 2010

Após o lançamento do aclamado e pesado - em vários aspectos - "Dirt" (1992) o "Alice in Chains" seguiu em uma direção contrária no EP "Jar of Flies". Explicando: aqui as canções estão distantes do tradicional e, às vezes, visceral Alice in Chains.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As músicas seguem um padrão mais orientado ao formato acústico - posteriormente mais explorado no "MTV Unplugged" (1996), por exemplo - e a experimentalismos no geral. Claro que isso não significa perda de qualidade, afinal a banda sempre demonstrou conforto nesse formato. Basta lembrar que no primeiro EP lançado por eles ("SAP") houve uma boa quantidade de músicas nessa linha.

Apesar de curto (sete faixas) ainda assim temos vários petardos. A experimental "Rotten Apple" introduz o álbum com uma ótima linha de baixo do novato (na banda) Mike Inez - "Jar of Flies" marca a sua estréia - os vocais de Layne anunciam aqui o direcionamento, majoritariamente depressivo e experimental das outras músicas do EP. Mesmo com o passar do tempo "Rotten Apple" continua uma das músicas mais psicodélicas da banda - veja a introdução na guitarra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A segunda canção ("Nutshell") é uma das melhores da carreira do grupo. Trata-se de uma música muito melancólica cuja letra de autoria do falecido vocalista (Layne Stayle) expressa todo o seu desespero na luta para viver. Nessa altura o uso de drogas o afetava seriamente e tudo isso foi refletido em muitas das músicas do EP. As camadas sonoras criadas pelo baixo de Mike Inez a guitarra de Jerry casa perfeitamente com os vocais de Layne. "Nutshell" ganhou sua versão definitiva no acústico lançado pela MTV, sendo sua versão original - que é ótima - raramente lembrada.

Dois dos maiores hits da banda integram o EP, são eles: "No Excuses" e "I Stay Away". Ambas tiveram clipes com alta rotatividade na MTV. "No Excuses" soa diferente principalmente pelo fato de não ser melancólica e mórbida. Parecendo sarcástica ou um suspiro de alegria, principalmente da parte de Layne. Os vocais duetados marcam essa música de refrão pegajoso. Já "I Stay Away" vai numa direção contrária... soando pertubadora. Possui também a melhor performance de guitarra de Cantrell no EP e tem um bom arranjo no geral.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda integram o álbum a especialíssima vinheta instrumental "Whale and Whasp"; com um simples e belo solo de Cantrell e as duas outras faixas experimentais: "Don't Follow" e "Swing on This". A primeira é uma das mais emocionantes do disco - principalmente pelo seu desfecho - contando até com o uso de gaitas no seu decorrer. Já "Swing on This" que apesar de não ser ruim é a mais fraca do álbum, pende para um lado mais blues.

De acordo com Layne o título e a capa do álbum vieram de um experimento científico que o guitarrista Jerry Cantrell realizou na terceira série: "Eles o deram dois jarros cheios de moscas. Um dos jarros eles superalimentaram, e o outro jarro eles subalimentaram. Aquele que eles superalimentaram floresceu por um tempo, então todas as moscas morreram pela superpopulação. Aquele que eles subalimentaram teve a maior parte de suas moscas sobrevivendo o ano todo. Eu acho que há uma mensagem nisso em algum lugar. Evidentemente esse experimento teve um grande impacto no Jerry."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Jar of Flies" apesar de ser curto apresenta ótimas músicas, sendo essencial na discografia da banda. Não é a toa que foi o primeiro EP a atingir a primeira posição na parada de álbuns da Billboard. Todas as músicas possuem alma, fica registrado a performance mais dramática de Layne Staley. Curiosamente esse trabalho lembra muito o que mais tarde o vocalista gravaria no supergrupo Mad Season. "Jar of Flies" também exibiu a versatilidade dos músicos da banda, mostrando o quanto o Alice in Chains ia além do rótulo "grunge", e é uma boa pedida para ser introduzido a música da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Músicas-chaves:
Nutshell ; I Stay Away ; Don't Follow

Formação:
Layne Staley - vocais
Jerry Cantrell - guitarras
Mike Inez - baixo
Sean Kinney - bateria

Tracklist:
1. Rotten Apple 06:58
2. Nutshell 04:19
3. I Stay Away 04:14
4. No Excuses 04:15
5. Whale & Wasp 02:37
6. Don't Follow 04:22
7. Swing on This 04:04

Tempo total: 30m49

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy


[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]

Zakk Wylde fala sobre "Down In A Hole", sua música preferida do Alice In Chains

Max Cavalera diz que "Would?" tem melodia "lindamente cantada" por Layne Staley

Dez nomes do rock e do heavy metal que foram levados pelas drogas - Parte I

Calendário do Rock: uma música por ano, de 1970 até 2022

Sebastian Bach alfineta Skid Row mostrando atitude do Alice in Chains

Max Cavalera relembra Layne Staley e revela sua música favorita do Alice In Chains

Kerry King revela qual sua música preferida do Alice In Chains

O músico falecido que inspirou "Would?", grande clássico do Alice In Chains

Serena e Venus Williams assistem shows do Alice In Chains e tiram fotos com integrantes

O lado conceitual de "Dirt", segundo álbum do Alice In Chains, que está fazendo 30 anos

O dia que Layne Staley quebrou o pé e Ozzy cascou o bico

A incrível banda obscura, brutal e bela que foi o Black Sabbath dos 90s para Scott Ian

Tom Araya virou amigo de Jerry Cantrell e "cantou" em música do Alice In Chains

Scott Ian achava que Alice In Chains era uma banda de hair metal

Tom Araya e Kerry King viraram fãs de Alice In Chains durante turnê "Clash Of The Titans"

Grunge: Quando Staley e Cobain usaram drogas juntos no Brasil

James Hetfield: como ele soa sem o Metallica?

Alice in Chains: rara foto com Layne Staley em 1996

Aerosmith: curiosidades sobre a voz de Steven Tyler

Os dez maiores picaretas da música internacional


Sobre Thiago Pimentel

Tenta, desde meados de 2010, escrever textos que abordem as vertentes da mais peculiar - em seu ponto de vista - manifestação artística do ser humano, a música. Para tal, criou o blog Hangover-Music e contribui no Whiplash.Net. Além disso, é estudante de jornalismo, guitarrista e acredita que se algum dia o Deus metal existira, ele morreu em 13/12/2001.

Mais matérias de Thiago Pimentel.