Borknagar: um grupo que não pode ser acusado de estagnação

Resenha - Universal - Borknagar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Aqui temos um grupo que não pode ser acusado de estagnação artística... Ainda que em 1995 a raiz fosse o Black Metal, já nessa época sua música conseguia fugir dos 'padrões' do que era oferecido pelos conterrâneos noruegueses; e sua criatividade e constante ousadia, acentuadas após Vintersorg assumir o posto de vocalista, fez com que o Borknagar apresentasse uma evolução que não é permitida à carreira de muitas bandas.
5000 acessosBon Jovi: chocando companheiros de banda com confissão5000 acessosFotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

O estilo pouco convencional do Borknagar continua em seu oitavo álbum, "Universal", cuja energia bruta e caótica novamente vai cedendo espaço às estruturas tão mais complexas e melódicas. O tecladista Lazare possui um papel importantíssimo pela inclusão de sonoridades de violinos, flautas e afins, é o grande responsável pela veia folclórica, além de exibir a sempre marcante influência do Progressivo da década de 1970, em bases perfeitamente conectadas às seções Heavy Metal.

"Havoc" e "For A Thousand Years To Come" mostram parte do domínio que Vintersorg possui sobre as linhas vocais, sua versatilidade continua impressionante – mesmo que alguns possam vir a depreciar suas vocalizações limpas. O fato é que o Borknagar trabalhou muito em seus arranjos, e naturalmente as vozes não ficaram para trás, tanto que o próprio Lazare também canta na delirante (e deslocada) "Fleshtower", e ninguém menos do que Vortex (ex-Dimmu Borgir) é o convidado responsável pela voz em "My Domain", certamente um dos grandes destaques do repertório.

"Universal" também se caracteriza por marcar o retorno de Jens Ryland (guitarra) e a saída de Tyr (baixo), além da adição do baterista norte-americano David Kinkade (Malevolent Creation). Este disco oferece muito mais do que uma simples audição superficial pode sugerir, suas canções estão mais longas e atmosféricas, tudo é explorado de tal forma que a identidade do Borknagar continua indefinida. Uma excelente fase para os noruegueses!

Contato: www.myspace.com/borknagar

Formação:
Vintersorg - voz
Øystein Garnes Brun - guitarra
Jens F. Ryland - guitarra
Lazare - teclados, órgão Hammond
Tyr - baixo
David Kinkade - bateria

Borknagar - Universal
(2010 / Indie Recordings - importado)

01. Havoc
02. Reason
03. The Stir Of Seasons
04. For A Thousand Years To Come
05. Abrasion Tide
06. Fleshflower
07. Worldwide
08. My Domain

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Borknagar"

Metal norueguêsMetal norueguês
As dez melhores bandas segundo o About.com

MetallicaMetallica
As 5 melhores versões de terceiros dos seus clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Borknagar"

Bon JoviBon Jovi
Chocando companheiros de banda com confissão

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Gene Simmons, do Kiss, muito antes da fama

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1984

5000 acessosNick Jonas: ele tentou fazer um solo e virou um meme de Internet5000 acessosFotos de Infância: Avril Lavigne5000 acessosEm 20/08/2005: Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest5000 acessosVideo: Metallica, Slayer, Slipknot, Pantera e A7X sem distorção5000 acessosKorn: banda celebra 20 anos do álbum que mudou o Metal pra sempre5000 acessosAndreas Kisser: quem se importa com o que Max pensa?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online