Pretty Maids: boa viagem pela carreira da banda

Resenha - Pandemonium - Pretty Maids

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Kahan Bonato
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os dinamarqueses do PRETTY MAIDS são uma banda classificada como hard rock por alguns e heavy metal por outros, pelas diferentes ênfases durante sua carreira. O que importa é que atualmente fazem uma boa mistura, que pega o melhor de cada um desses estilos, além de adicionarem certas experimentações, com a boa participação do novo tecladista permanente. Em “Pandemonium”, décimo terceiro álbum de estúdio, lançado em 2010, o grupo parece mais uma vez ter acertado a receita.
5000 acessosAskmen.com: site elege as dez melhores músicas do Nirvana5000 acessosExemplos: 10 músicos com deficiências ou problemas de saúde

Logo de início, nas três primeiras faixas, “Pandemonium”, “I.N.V.U.” e “Little Drops Of Heaven”, já se percebe a heterogeneidade do disco, com a faixa título mais acelerada, com os instrumentos tendendo mais ao metal, enquanto a seguinte é mais cadenciada e pegajosa, e a terceira, por sua vez, mais melódica, moderna e sentimental. Nesse sentido de atualização, ainda pode-se mencionar “Final Day of Innocence”, que parece uma tentativa forçada de se compor um hit radiofônico, apesar de um bom refrão.

“One World One Truth” e “Cielo Drive” retomam a sujeira nas guitarras, com passagens ora suaves, ora mais sombrias e com vocais algumas vezes mais rasgados, sendo boas faixas que resumem bem o que é o atual PRETTY MAIDS. Pelo lado das baladas, citam-se as belas “Breathless” e “Old Enough To Know”, que se mantêm mais calcadas ao hard rock, assim como a mais acelerada “Beautiful Madness”.

Apesar de faixas que destoam, como “Little Drops Of Heaven”, o álbum tem vários momentos bons, como “I.N.V.U.”, “One World One Truth”, “Cielo Drive” e a variada e bela “It Comes At Night”. Pela carreira do grupo, que sempre está mudando levemente seu som, esperar um retorno a algum álbum específico – como o aclamado Future World – talvez seja uma imprudência. Mesmo assim, é possível aproveitar em “Pandemonium” vários elementos que marcaram a trajetória do conjunto. Um bom disco, que não surpreende e nem é nenhum clássico, mas que é ideal para curtir a banda. Além disso, mostra que os veteranos ainda têm muita lenha para queimar!

Integrantes:
Ronnie Atkins – vocais
Ken Hammer – guitarras
Kenn Jackson – baixo
Allan Tschicaja – bateria
Morten Sandager – teclado

Faixas:
1. Pandemonium
2. I.N.V.U.
3. Little Drops Of Heaven
4. One World One Truth
5. Final Day Of Innocence
6. Cielo Drive
7. It Comes At Night
8. Old Enough To Know
9. Beautiful Madness
10. Breathless

Gravadora: Frontiers Records

Site oficial: www.prettymaids.dk

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pretty Maids"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Pretty Maids"

NirvanaNirvana
Site elege as dez melhores músicas do grupo

ExemplosExemplos
10 músicos famosos com deficiências ou problemas de saúde

Foo FightersFoo Fighters
Pelo Twitter, banda responde ao vídeo viral

5000 acessosMulheres no Rock: as mais importantes segundo rádio inglesa5000 acessosAndre Matos: confira o incrível alcance do vocalista5000 acessosEm 19/03/1982: Randy Rhoads morre em um acidente de avião3553 acessosIn Flames: conheça o 2112, bar dos membros do grupo5000 acessosFoo Fighters: baterista toca discografia da banda em 5 minutos5000 acessosZakk Wylde: "Quem quiser carreira longa, que imite Jimmy Page"

Sobre Felipe Kahan Bonato

Felipe Kahan Bonato: Nascido em 88, há mais de 10 anos - por enquanto - escuta praticamente qualquer subgênero de rock e metal, explorando principalmente bandas mais desconhecidas. Teve contato tardio com a guitarra, seu instrumento preferido, optando então em seguir a carreira de Engenheiro de Produção e em contribuir esporadicamente com resenhas no Whiplash.

Mais matérias de Felipe Kahan Bonato no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online