Lucas Godoy: um álbum que prima pela diversidade

Resenha - Neverending Solutions - Lucas Godoy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar Correções  

8


Confesso que quando recebi o novo CD solo do guitarrista brasileiro LUCAS GODOY para resenhar, pouco conhecia sobre o trabalho dele. Mas bastou colocar "Neverending Solutions" para tocar no aparelho de som e ir atrás de conferir a história do músico e alguns vídeos no YouTube, para confirmar que o Brasil está mesmo bem servido quando falamos em guitarristas.

LUCAS GODOY é formado pela EM&T (Escola de Música e Tecnologia), com especialidade em Fusion (estilo que representa uma mistura de Jazz com Rock principalmente) e fez parte da banda de Thrash Metal, THRAM, ao lado de seu irmão Gabriel Godoy. Hoje é consultor da Line 6, marca especializada em amplificadores, processadores de efeitos, dentre outros acessórios para músicos.

publicidade

Agora LUCAS GODOY lança seu primeiro trabalho solo, resultado de composições e idéias que surgiram anos atrás, inclusive na época do THRAM, mas que não foram aproveitadas naquele momento, por não se encaixarem ao estilo da banda, como declarou o próprio músico em seu site oficial.

"Neverending Solutions" é um álbum que prima pela diversidade, com variação de uma canção para outra – a faixa seguinte não segue definitivamente a mesma linha da faixa anterior e as influências variam de METALLICA a STEVE VAI. Tem-se ótimas baladas instrumentais em "Blurry Thoughts" e "Confunsing Math" e um som mais pesado em "Suicide Thoughts", a mais Heavy Metal do álbum, "Biohazard", que tirando o suspense da sua introdução, acelera e apresenta riffs metaleiros, além de "First Blood".

publicidade

Outra que merece destaque, por ser uma das mais interessantes do álbum é "The Second Path", com muitas alternâncias de cadência e um riff inicial marcante, que lembra o som tirado por JOE SATRIANI, em especial na canção "Summer Song", do álbum "The Extremist".

Discos instrumentais de guitarra, daqueles em que todas as músicas se parecem e não há diversidade, tendem a ser entediantes e chatos, só agradando mesmo o próprio artista e quem toca o instrumento. Em "Neverending Solutions" tem-se exatamente o contrário e é por isso que o CD agrada bastante, até mesmo pessoas que não sejam guitarristas como eu, mas que curtem boas melodias e canções que transmitam sentimento, ainda que compostas somente de parte instrumental, sem vocal.

publicidade

Para a gravação do álbum, LUCAS GODOY contou com a participação de seus parceiros de THRAM, seu irmão já citado Gabriel Godoy no baixo e Marcus Dotta na bateria. E teve também a ilustre companhia do baixista Luis Mariutti (ANGRA, SHAMAN, ANDRE MATOS), o que proporcionou um "peso extra" nas 3 músicas que gravou (não por mera coincidência, justamente aquelas citadas nesta resenha como as mais pesadas do álbum).

publicidade

Mais informações sobre o músico e sobre como comprar o disco em: http://www.lucasgodoy.com.

Contato: [email protected]
MySpace: http://www.myspace.com/lucasgodoy

Banda:
Lucas Godoy – guitarras e teclado
Gabriel Godoy – baixo
Luis Mariutti – baixo
Marcus Dotta – bateria

Track List:
1. Biohazard
2. The Second Path
3. Blurry Thoughts
4. Suicide Thoughts
5. First Blood
6. Confusing Math
7. Anywhere But Home
8. Miserable Hopes
9. End Of The Infinite

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Traduções: Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismoTraduções
Letras de rock relacionadas a ocultismo e satanismo

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São PauloMick Jagger
Em cerimônia na escola do filho em São Paulo


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin