Cripple Bastards: contestação em forma de vagalhões sonoros

Resenha - Variante Alla Morte - Cripple Bastards

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Cripple Bastards se autodefine como um dos nomes 'mais ferozes do planeta'. E merece essa alcunha! Capitaneado pelo vocalista Giulio The Bastard, o grupo se tornou um dos expoentes do Grindcore da Itália e liberou uma infinidade de registros – muitos em fitas cassete e vinil 7" – ao longo de mais de duas décadas em prol da contestação em forma de vagalhões sonoros.
5000 acessosGuns N' Roses: mãe de Steven Adler comenta a emoção do filho5000 acessosTrujillo sobre Zakk Wylde: "ele é uma máquina de beber"

"Variante Alla Morte" é seu quarto álbum completo e pode ser considerado como a coroação do Cripple Bastards por todo trabalhado duro para alcançar seu status no underground, e existe uma bela história por trás de "Variante Alla Morte". Apesar de estar chegando somente agora no formato CD, este álbum foi liberado originalmente em 2008, somente em vinil, como uma merecida comemoração ao seu 20° aniversário.

Seus trabalhos anteriores eram extremamente rudes, típico das profundezas do underground, mas aqui a coisa toda foi planejada para ser diferente. Para tal, o Cripple Bastards assinou com o selo britânico Feto Records, propriedade de ninguém menos do que Shane Embury (Napalm Death) e Mick Kenney (Anaal Nathrakh), e a gravação do álbum ficou aos cuidados do experiente Fredrik Nordström (Dimmu Borgir, In Flames) no estúdio sueco Fredman.

Ou seja, tomaram-se todos os cuidados para que este álbum tivesse uma melhor distribuição e um áudio realmente poderoso. A produção conseguiu conferir uma inclinação mais metálica e adequadamente atualizada em meio às estruturas Punk e Hardcore que os registros anteriores possuíam, mas nada que deprecie toda a brutalidade e violência hercúlea nos cerca de 30 minutos divididos em 24 hinos – "Spirito Di Ritorsione" e “Sangue Chiama” são um arregaço! – contra o conformismo, urrados a plenos pulmões em esporrento italiano.

Os não-iniciados ao Grindcore certamente se sentirão chocados com a intensidade de bílis expelida por este registro. Mas isso é normal... O Cripple Bastards é um verdadeiro mestre em seu estilo, e poderá ser motivo de orgulho para qualquer colecionador amante das barulheiras extremas ter um item como "Variante Alla Morte" em sua prateleira. Um disco excelente, que chega ao Brasil numa grande sacada da Pecúlio Discos!

Contato:
http://www.cripple-bastards.com
http://www.myspace.com/cripplebastards

Formação:
Giulio The Bastard - voz
Der Kommissar - guitarra
Schintu The Wretched - baixo
Al Mazzotti - bateria

Cripple Bastards - Variante Alla Morte
(2010 - Feto Records / Pecúlio discos - nacional)

01. Faccia Da Contenitore
02. Variante Alla Morte
03. Pedinati
04. Allergie Da Contatto
05. Insofferenza
06. Lo Sfregio E Le Sue Ombre
07. Inverno Nel Ghetto
08. Spirito Di Ritorsione
09. L'uomo Dietro Al Vetro Opaco
10. Sorriso Decubitale
11. Stimolo Chimico
12. Cedimento Strutturale
13. Sangue Chiama
14. Implacabile Verso Il Suo Buio
15. Stupro E Addio
16. Confessionale In B&N
17. Marchio Catastale
18. Gli anni Che Non Ritornano
19. Karma Del Riscatto
20. Regredito A Che Punto
21. Falsificato Ideale
22. Sottoposti Al Taglio
23. Conquista Dell'Isolamento
24. Auto-Azzeramento

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Cripple Bastards"

Guns N RosesGuns N' Roses
Mãe de Steven Adler comenta a emoção do filho

Rob TrujilloRob Trujillo
Sobre Zakk Wylde: "Ele é uma máquina de beber!"

FalênciaFalência
Sete Rock Stars que foram à bancarrota

5000 acessosO Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica5000 acessosResenha - Marilyn Manson (Maximus Festival, São Paulo, 07/09/2016)5000 acessosSystem Of A Down: Daron Malakian ensina como ser músico5000 acessosDee Dee Ramone: Ele foi mesmo um prostituto?5000 acessosMetallica e Lou Reed: assista primeira apresentação na TV5000 acessosUlrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online