Ódio: Heavy Metal esporrento e sem frescuras

Resenha - Ódio - Ódio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


Toda a roubalheira, impunidade e descaso do processo ‘democrático’ que o Brasil passou nas últimas décadas geraram o Ódio. Tendo como base a cidade de São Paulo, o projeto começou a engatinhar em 2005, mas somente em 2007 a coisa começa realmente a engrenar prá valer, e bastou um único ensaio para que os covers perdessem espaço para composições autorais. Afinal de contas, desde o início a idéia era ter sua própria mensagem.

E é isso que esta demo auto-intitulada apresenta. Heavy Metal esporrento e sem frescuras, mas com uma energia que ao vivo provavelmente causará aquela alegria caótica entre o público. São quatro faixas que resgatam muito dos primórdios do estilo aqui no Brasil, cantadas em furioso português que escancara esse circo coberto por lonas verdes e amarelas. E certamente também sobra para o resto do mundo...

publicidade

Ainda que a banda seja realmente competente em sua proposta, é o timbre do vocalista Alexandre que chama a atenção de imediato – vai se esgoelar assim!!! – conseguindo injetar um inconformismo às canções que fazem toda uma diferença, em especial na abertura "Herança Roubada", certamente o grande destaque da demo.

"Ódio" é um trabalho que deixa certa curiosidade quanto a um primeiro álbum, que, segundo a banda, está previsto para mostrar sua cara em 2010, e com repertório já definido: 12 composições odiosas.

publicidade

Contato:
http://www.odio.art.br
http://www.myspace.com/muitoodio

Formação:
Alexandre - voz
Mauricio - guitarra
Pulga - baixo
Benê - bateria

Ódio – Ódio
(2008 / CD-Demo – nacional)

01. Ordem e Progresso
02. Impacto Fulminante
03. Herança Roubada
04. Violência Urbana

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoSlipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Top 500: as melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores músicas de todos os tempos segundo a Rolling Stone


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin