American Dog: banda afiada e nervosa como nunca

Resenha - Mean - American Dog

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti, Fonte: Rock em Análise
Enviar Correções  

8


Após mais de 10 anos de carreira, e 5 ótimos álbuns de estúdio, o power trio American Dog lança seu sexto trabalho, intitulado "Mean" (de 2009 ou 2010, ninguém sabe dizer ao certo). E como o título sugere, a banda continua afiada e nervosa como nunca! Porém, para grande parte do público, ainda há uma pergunta a ser respondida: que banda é essa afinal?

Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista

Formado por Michael Hannon (baixo e vocal), Steve Theado (guitarra) e Keith Pickens (bateria), o American Dog sempre foi fiel a um tipo de rock 'n' roll direto, mas ainda assim razoavelmente variado, com influências que vão de AC/DC e Van Halen a Lynyrd Skynyrd e Ted Nugent. O grande trunfo da banda está no peso das guitarras, nos vocais rasgados, e na produção que nos faz imaginar o grupo tocando ao vivo em nossa frente.

Dito isso, vamos às novas músicas. "Just One More" é agressiva como um cão raivoso, e prepara o ouvinte para outros petardos, como a excelente e grudenta "Cat Has Got You by the Tongue", o arrepiante blues rock "Drivin' Down the Sidewalk", as engraçadas "Boozehound" e "Gonna Stop Drinkin' Tomorrow", as diretas "Mine All Mine" e "Ain't Dead Yet", e o blues/southern "Sunshine/Moonshine" - que traz um ótimo arranjo acústico com passagens pesadas. O que falar então do cover do Blue Öyster Cult "This Ain't the Summer of Love"? Sensacional!

A banda mostra uma certa queda de criatividade apenas na faixa-título "Mean", um rock cadenciado que, apesar das influências de Black Sabbath e Alice Cooper, não consegue prender a atenção do ouvinte. A sugestiva e acelerada "Motherfucker" também pode dividir opiniões, por soar um pouco boba em sua temática, mas pode ter certeza de que o seu refrão continuará na sua cabeça durante um bom tempo!

Conclusão? "Mean" representa um novo ataque sonoro de uma banda que tem tudo para mostrar às novas gerações como se faz aquele rock 'n' roll perfeito para uma festa regada a muita cerveja! Solos de guitarra bem bacanas, letras divertidas, e uma cozinha bem concisa, são apenas algumas características de uma banda que está em seu auge criativo. Rock on, Dog!

Músicas:
1. Just One More
2. Cat Has Got You by the Tongue
3. Drivin' Down the Sidewalk
4. Mean
5. Boozehound
6. Gonna Stop Drinkin' Tomorrow
7. Mine All Mine
8. This Ain't the Summer of Love
9. Sunshine/Moonshine
10. Ain't Dead Yet
11. Motherfucker




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desistePearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazistaLemmy
Sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin